Despertemos Para a Vinda do Grande Rei Jesus

Há muitas recomendações bíblicas para que nos despertemos para a vinda do grande rei Jesus. Todo cristão verdadeiro deve viver na plena certeza do maravilhoso retorno de Cristo. Essa certeza resulta da graça de Deus manifestada a nós.

O apóstolo Paulo escreve que a graça de Deus nos ensina a viver neste mundo de forma adequada enquanto aguardamos “a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo” (Tito 2:13).

  • Veja também: Quer melhorar o aproveitamento de suas aulas da EBD? Conheça um curso completo de formação para professores e líderes da Escola Bíblica Dominical. Conheça aqui! (Vagas Limitadas)

Despertemos!

Durante seu ministério terreno, o Senhor Jesus diversas vezes ensinou sobre o seu retorno no fim dos tempos. Ele não apenas prometeu voltar, mas instruiu seus seguidores a como aguardar esse momento. Nesse contexto Ele enfatiza claramente que seu povo deve estar preparado, despertado e vigilante. Saiba como será a segunda vinda de Cristo.

Muitas das parábolas de Jesus falam exatamente sobre isso. Na Parábola dos Servos Vigilantes, por exemplo, Jesus ensinou que na ocasião de sua volta Ele quer encontrar seus servos em constante vigilância (Lucas 12:35-38).

Mas por quanto tempo devemos estar despertados e vigilante? Na Parábola do Ladrão de Noite o Senhor Jesus diz que se um pai de família soubesse a que hora o ladrão chegaria para roubar sua casa, ele certamente ficaria despertado e vigilante (Mateus 24:42-44).

Sim, certas condições servem como um sinal de que esse dia se aproxima, conforme o próprio Jesus ensinou na pequena Parábola da Figueira que Floresce (Mateus 24:32). Mas a hora exata da vinda do grande Rei ninguém é capaz de saber (Mateus 24:36).

Receber Estudos da Bíblia

A vinda do grande Rei

Os primeiros cristãos já esperavam o retorno de Cristo em sua própria geração. Desde então já se passaram quase dois mil anos. Mas o próprio Senhor Jesus Cristo também ensinou que seus seguidores deveriam estar preparados para uma longa espera. Essa verdade está muito clara na Parábola das Dez Virgens (Mateus 25:1-13).

De todas as parábolas de Jesus, essa parábola é uma das mais conhecidas. Ao longo da história da interpretação bíblica, muitas explicações já foram sugeridas sobre essa parábola. A maioria delas, porém, foge da mensagem central ensinada por Jesus.

Essas interpretações tentam atribuir significados a cada elemento do texto, como: o óleo, a lamparina, o sono, a identidade das dez virgens, a própria virgindade delas etc. As diferentes escolas escatológicas também tentam fazer dessa parábola um campo de batalha com a finalidade de provar alguns de seus conceitos. Mas não há qualquer unanimidade com relação a isso.

Sem dúvida essa não é uma parábola para se discutir pré-tribulacionismo ou pós-tribulacionismo; dispensacionalismo ou amilenismo; pré-milenismo histórico ou pós-milenismo. Essa parábola traz uma mensagem urgente a todo cristão verdadeiro, independentemente de sua posição escatológica.

Na parábola Jesus falou sobre um típico casamento judaico. Mas as informações que temos sobre o casamento judaico são variadas e imprecisas quanto a certos detalhes. Por isso é inútil fazer determinadas especulações. Por exemplo: as virgens poderiam estar na casa da noiva, na casa dos pais da noivo ou na casa do próprio noivo. Não sabemos e isto nem é importante!

O que de fato Jesus ensina a todos nós é que estejamos preparados para sua vinda o tempo todo. Devemos esperá-lo pacientemente, mesmo que Ele demore um longo tempo. Essa demora, porém, distingue o prudente do insensato, porque ser zeloso por pouco tempo não adianta nada. Então despertemos para a volta do grande Rei! Esperemos esse dia maravilhoso com paciência, expectativa e vigilância!

1 comentário em “Despertemos Para a Vinda do Grande Rei Jesus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close