Quem é o Nosso Próximo?

Quem é o nosso próximo segundo as Escrituras? A Bíblia Sagrada nos fornece informações claras para facilmente sabermos quem é o nosso próximo. O Pentateuco não deixa qualquer dúvida acerca do mandamento de amar ao próximo (Levítico 19:18). Seis dos Dez Mandamentos falam sobre o amor e o respeito ao próximo (Êxodo 20:2-17).

Antes mesmo do tempo de Moisés, Deus já indicava muito claramente que todo ser humano deveria ser tratado com dignidade. Inclusive, aquele que atentasse contra a vida do próximo deveria ser punido com a mais alta penalidade (cf. Gênesis 9:6). Isso porque o amor e o respeito ao próximo está, de certa forma, diretamente ligado ao amor a Deus.

A Bíblia diz que Deus criou o homem à sua imagem e semelhança (Gênesis 1:26). Isso significa que a imagem de Deus, apesar da pecaminosidade humana, ainda está representada no homem. Quando alguém não trata o seu próximo corretamente, isso resulta num atentado contra a própria imagem de Deus representada nele.

Durante seu ministério terreno, o Senhor Jesus resumiu os mandamentos de Deus em apenas dois: o amor a Deus sobre todas as coisas e o amor ao próximo na mesma intensidade com que amamos a nós mesmos (Mateus 22:37-40; cf. Levítico 19:18; Deuteronômio 6:5).

  • Veja também: Quer melhorar o aproveitamento de suas aulas da EBD? Conheça um curso completo de formação para professores e líderes da Escola Bíblica Dominical. Conheça aqui! (Vagas Limitadas)

Identificando o nosso próximo

Quando nos perguntamos quem é o nosso próximo, logo nos lembramos da pergunta feita a Jesus por um doutor da Lei. Ele tinha conhecimento acerca da importância do amor a Deus e do amor ao próximo exigidos nas Escrituras. Mas em certa altura, com o propósito de testar Jesus e se auto-justificar, aquele homem lhe perguntou: “Quem é o meu próximo?” (Lucas 10:29).

Jesus respondeu essa pergunta pronunciando a Parábola do Bom Samaritano. Essa parábola de Jesus é uma das mais conhecidas entre os cristãos. Inclusive existem muitas interpretações equivocadas sobre essa parábola. O grande problema dessas interpretações é que elas distorcem a verdadeira mensagem ensinada por Jesus.

Essa mensagem é muito simples e clara: você deve praticar o amor ao próximo seja ele quem for. O doutor da Lei que questionou Jesus era um judeu. Da perspectiva daquele homem, na parábola de Jesus o mais improvável aconteceu. Um homem assaltado e gravemente ferido foi ignorado e desprezado pelos maiores representantes da religião judaica: um sacerdote e um levita. No entanto, um samaritano foi quem praticou o mandamento de Deus e se atentou para a necessidade do seu próximo.

Isso significa que esse ensino de Jesus nos apresenta um guia incontestável para que possamos encontrar o nosso próximo. O próximo é toda pessoa necessitada que Deus coloca em nosso caminho, seja ela quem for. Diante disso, devemos fazer uma importante reflexão: Será que de fato nós estamos sendo e agindo como o próximo dessas pessoas. Será que estamos cumprindo a ordem do Senhor e dispensando aos que nos cercam os mesmos cuidados que dispensamos a nós mesmos? Leia também um estudo completo sobre a Parábola do Bom Samaritano.

2 comentários em “Quem é o Nosso Próximo?”

  1. Obrigado por esta iniciativa, está sendo de grande importância para mim,esta me ajudando muito que Deus continue abençoando à todos que estão engajados nesta obra…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close