O Que Significa Que Haverá Guerras e Rumores de Guerras?

A declaração bíblica de que nos últimos dias ocorreriam guerras e rumores de guerras, indica a instabilidade que haveria de marcar a história humana enquanto ela se desenvolve em direção à sua consumação final. Conflitos que colocam reino contra reino e nação contra nação têm sido vistos ao longo dos séculos em todas as partes do mundo.

Foi o próprio Senhor Jesus, em seu sermão escatológico, quem avisou a respeito da realidade das guerras e rumores de guerras nos últimos dias (Marcos 13:7; cf. Mateus 24:7). No entanto, muita gente interpreta essas palavras de Jesus de forma equivocada. Na verdade, sempre que surge uma guerra no mundo, muitos cristãos se apressam em tentar relacionar o novo conflito a alguma profecia bíblica.

Sim, sem dúvida, de forma geral toda e qualquer guerra que ocorre no mundo está incluída nas profecias bíblicas a respeito dos acontecimentos dos últimas dias. No entanto, o que as pessoas se esquecem é que, biblicamente falando, “os últimos dias” correspondem a todo o período que se estende desde a primeira vinda de Cristo e o subsequente derramamento do Espírito Santo no Pentecostes, até o seu retorno a este mundo (Atos 2:17).

Então, não é uma boa prática de interpretação bíblica tentar estabelecer que um determinado conflito corresponde a uma profecia específica. Além disso, a maioria das pessoas que tentam fazer esse tipo de exercício, procura estabelecer supostas datas para o possível retorno de Jesus e o fim do mundo. Por isso, é muito comum ouvir, a cada nova guerra, que o fim chegou e que somos a geração do arrebatamento.

Mas além desse tipo de conclusão ser errado, é também mentiroso. Na Bíblia, podemos entender de forma muito clara que ninguém sabe o dia nem a hora do retorno de Cristo, pois essa informação pertence somente a Deus (Mateus 24:36).

Guerras e rumores de guerras

Realmente é perigoso interpretar de forma equivocada as profecias bíblicas a respeito do fim dos tempos. Isso porque, ao adotar interpretações erradas, o leitor da Bíblia acaba deixando de compreender a mensagem correta pretendida no texto bíblico.

A passagem bíblica que registra a declaração de Jesus a respeito das guerras e rumores de guerras que marcariam a história do mundo, é um exemplo claro disso. No texto, Jesus diz: “E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim” (Marcos 13:7). Essa declaração de Jesus traz pelos menos duas lições fundamentais para nós.

A primeira lição é a de que guerras e rumores de guerras, são cumprimento de uma história inevitável. Por mais caótico que tudo pareça estar, com nações se levantando contra outras nações, reinos se levantando contra outros reinos, desastres naturais sacodindo a terra, e a fome assolando os povos, Deus permanece soberano sobre todas as coisas.

Ele é quem governa a história segundo o seu propósito. Nenhuma dessas coisas estão a parte do controle de Deus; porque de acordo com o Senhor Jesus, tudo isso são coisas que devem acontecer, são coisas que fazem parte dos decretos eternos de Deus.

É interessante notar que depois que Jesus disse essas palavras, nunca mais a terra experimentou um minuto de paz. Ao longo de todos esses séculos, sempre, em algum lugar do mundo, houve uma guerra. Inclusive, o século 20 foi o século mais sangrento da história da humanidade, mesmo depois de quase dois mil anos dessas palavras de Jesus.

A segunda lição que podemos tomar dessa declaração, é que, apesar de todas essas tenções, Jesus alerta, com todas as palavras, que ainda não é o fim. Essas coisas são os princípios das dores (Marcos 13:8). Nesse sentido, Jesus comparou o desenvolvimento da história a uma mulher grávida que, à medida que a hora do parto se aproxima, suas contrações dolorosas se intensificam.

Receber Estudos da Bíblia

A história caminha para o seu fim

Se por um lado nenhuma profecia bíblica trata de forma direta e especial sobre alguma guerra específica da atualidade, por outro lado, com certeza os conflitos e as guerras do nosso tempo, obviamente fazem parte, de forma geral, das profecias bíblicas a respeito do desenrolar da história em direção ao seu fim. São as guerras e os rumores de guerras sobre os quais Jesus alertou os seus discípulos.

Então, esses eventos não nos convidam a fazer cálculos para tentar descobrir uma informação que só pertence a Deus; mas nos convidam a olhar para a história sabendo que ela está caminhando para o seu final de acordo com a vontade do Senhor. Sim, as contrações do parto estão ficando cada vez mais fortes e intensas, mas a hora do parto ainda não chegou. Quando a hora chegar, ela será inconfundível.

Por enquanto, diante da realidade das guerras e rumores de guerras, o que devemos fazer é orar pelas pessoas que vivem nas áreas de conflito, e tentar ajudar da melhor forma possível, confiando que a providência divina está cuidando de todas as coisas.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar