Leia diariamente estudos bíblicos, devocionais, esboços de pregações, parábolas de Jesus, artigos teológicos, curiosidades bíblicas, escola dominical (EBD) e muito mais!

História de Miriam na Bíblia, a Irmã de Moisés

Miriam ou Miriã, foi irmã de Moisés e Arão, filha de Anrão e Joquebede. A história de Miriam está registrada na Bíblia especialmente nos livros de Êxodo e Números.

O significado do nome “Miriam” é de difícil conclusão. Alguns sugerem que seu significado em hebraico seja algo como “obstinação”. Outros entendem que o nome hebraico seja derivado do vocábulo egípcio marye, que significa “amada”.

É interessante saber que o nome “Maria” é a forma helenizada do hebraico Miriam, a qual a Septuaginta, tradução grega do Antigo Testamento, traduz como Mariã.

Quem foi Miriam na Bíblia?

Miriam aparece pela primeira vez na narrativa bíblica do Antigo Testamento em Êxodo 2, embora não seja mencionada nominalmente. No entanto, é amplamente aceito que ela é a irmã de Moisés que o vigiou na ocasião em que seus pais não conseguiram mais escondê-lo em casa.

Na época, o Faraó do Egito havia ordenado que os meninos hebreus deveriam ser lançados no rio a fim de que morressem, pois o povo hebreu estava se tornando extraordinariamente forte (Êx 1:20).

Quando Moisés nasceu, seus pais o esconderam por três meses, e depois o colocaram no rio dentro de um cesto impermeável de junco. Se Miriam for a “irmã do menino” mencionada (Ex 2:7), então foi ela quem acompanhou de longe o que sucederia com Moisés.

Quando Miriam percebeu que a filha de Faraó pegou o menino, ela se aproximou e lhe perguntou se desejava que ela chamasse uma ama das hebreias para criar o menino. Quando a filha de Faraó concordou, ela buscou sua própria mãe, Joquebede.

A profetisa Miriam

O termo “profetisa” foi empregado para se referir a Miriam na ocasião em que ela liderou as mulheres de Israel com música, danças e um poema de louvor a Deus, celebrando a travessia do Mar Vermelho, e o livramento que o Senhor concedeu aos israelitas contra os egípcios (Êx 15:20,21). Essa foi a primeira referência sobre seu nome na Bíblia.

A música cantada por Miriam era uma variação do cântico de Moisés no Mar Vermelho. O texto bíblico informa que Miriam respondia: “Cantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou e precipitou no mar o cavalo e o seu cavaleiro”.

Miriam fica leprosa

Miriam e Arão se rebelaram contra seu irmão Moisés, supostamente por causa de seu casamento com uma mulher cuxita, isto é, uma mulher que descendia de Cuxe, filho mais velho de Cam, filho de Noé.

Entretanto, a implicância com a esposa de Moisés não se tratava apenas de um preconceito étnico, mas na verdade escondia algo muito mais profundo e perigoso. Eles estavam afrontando a autoridade de Moisés por causa da inveja que sentiam dele. Isso fica bem claro na frase: “Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou também por nós?” (Nm 12:2).

Esse comportamento invejoso de Miriam e Arão foi repreendido energicamente por Deus, justamente para preservar seu povo escolhido. Na ocasião Miriam foi tomada de lepra, e ficou “branca como a neve” (Nm 12:10).

Moisés então orou a Deus por sua recuperação, e Deus atendeu a oração de Moisés. Todavia Miriam foi envergonhada ficando fora do acampamento dos israelitas por sete dias. Durante esse período o povo de Israel não continuou em sua peregrinação (Nm 12:14-16).

A morte de Miriam

A Bíblia relata que Miriam morreu quando os filhos de Israel estavam em Cades-Barneia, e ali mesmo foi sepultada (Nm 20:1).

Não se sabe quantos anos ela viveu, no entanto presume-se que tenha morrido com a idade bem avançada, visto que na ocasião de sua morte os 40 anos de peregrinação pelo deserto estavam chegando ao fim, e a maioria dos israelitas que saiu do Egito com mais de 20 anos já havia falecido (Nm 20:1,22-29; cf. Nm 33:38).

O texto bíblico também não traz nenhuma referência sobre um possível casamento ou filhos que Miriam possa ter tido, embora uma tradição rabínica aponte que Miriam foi esposa de Calebe e mãe de Hur.

Quando se fala sobre quem foi Miriam, também é interessante saber que há outra pessoa com esse nome mencionada na Bíblia, uma descendente de Ezra e citada em 1 Crônicas 4:17.

Aplicativo de Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.