Jacó Luta Com Deus ou Com o Anjo na Bíblia?

A Bíblia fala que Jacó lutou com Deus em certa ocasião no vai de Jaboque. Mas muita gente tem dúvida sobre essa luta de Jacó com Deus registrada no capítulo 32 do livro de Gênesis. Algumas pessoas não entendem se em Gênesis 32 Jacó luta com o anjo ou com o próprio Deus.

Há ainda quem questione se essa luta de Jacó com Deus ou com o anjo foi literal ou simplesmente simbólica. Vejamos neste estudo bíblico como entender a luta de Jacó na Bíblia. Conheça também a história de Jacó.

Como foi a luta de Jacó com Deus?

Gênesis 32 fala do episódio em que Jacó atravessou o vau de Jaboque com sua família. Ele havia saído da cada de seu sogro Labão e estava indo se encontrar com Esaú, seu irmão. Ele não tinha tido mais contado com Esaú desde que havia recebido a bênção de primogênito em seu lugar. Depois que ele enganou Isaque e recebeu a bênção em lugar de Esaú, Jacó fugiu para escapar da ira de seu irmão.

Então foi nesse caminho de reencontro que aconteceu a significativa luta de Jacó com Deus. Jacó atravessou sua família por um local raso do Rio de Jaboque e depois ficou ali sozinho. Basicamente o texto bíblico diz que Jacó lutou com um homem que apareceu ali. Essa luta durou até o amanhecer. O homem queria ir embora, mas Jacó não queria lhe deixar partir.

Quando o homem viu que não poderia dominar Jacó, tocou na juntura de sua coxa, isto é, na articulação de sua perna na altura da coxa. Como resultado Jacó teve sua coxa deslocada enquanto lutava com o homem.

Quando o homem insistiu em partir, Jacó lhe disse: “Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes” (Gênesis 32:26). Então o homem perguntou o nome de Jacó. Depois da resposta ele lhe trocou o nome de Jacó para Israel (Gênesis 32:28).

Jacó lutou com Deus ou com um anjo?

O escritor de Gênesis diz que Jacó lutou com um homem. Mas é claro que esse homem era especial. Ele era alguém capaz de abençoar e trocar o nome de Jacó. Muita especulação já foi feita acerca da natureza dessa luta de Jacó com Deus no vau de Jaboque. Existem duas interpretações sobre esse episódio.

Uma interpretação diz que Jacó lutou com um anjo enviado por Deus. Então isso significa que aquele homem era um anjo em forma corpórea. Mas essa sugestão não se harmoniza com o texto bíblico e nem explica o significado do nome Israel. Saiba também quem são os anjos na Bíblia.

A outra interpretação diz que Jacó lutou com Deus. Essa interpretação está correta pois a identidade do homem misterioso que lutou com Jacó é implicitamente revelada na bênção recebida por ele. Quando Jacó teve seu nome trocado, ele escutou as seguintes palavras: “Já não te chamarás Jacó, e sim Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste” (Gênesis 32:28).

Depois disso o próprio Jacó chamou aquele lugar de Peniel e explicou o motivo: “Vi a Deus face a face, e a minha vida foi salva” (Gênesis 32:30). O profeta Oseias também fala sobre esse acontecimento numa profecia direcionada a Israel. Ele diz: “No ventre, pegou do calcanhar de seu irmão; no vigor da sua idade, lutou com Deus; lutou com o anjo e prevaleceu; chorou e lhe pediu mercê; em Betel, achou a Deus, e ali falou Deus conosco” (Oseias 12:3,4).

Portanto, o anjo que lutou com Jacó era o Anjo do Senhor, isto é, o próprio Deus pré-encarnado. Isso significa que naquele episódio houve uma teofania.

Receber Estudos da Bíblia

A luta de Jacó com Deus foi simbólica ou literal?

Muita especulação já foi feita acerca da natureza dessa luta de Jacó com Deus. Alguns estudiosos sugerem que a luta não foi literal, mas simbólica. Supostamente Jacó teria lutado a noite inteira em clamor e oração. Mas não há nenhuma característica simbólica no texto bíblico que registra esse episódio. O texto descreve um acontecimento histórico.

A melhor interpretação do texto certamente é aquela que afirma que Jacó de fato lutou fisicamente com Deus. Numa ocasião extraordinária e decisiva dentro da história da redenção, no vau de Jaboque Deus se manifestou de forma visível e tangível, e lutou com Jacó e o abençoou.

Mas é verdade que aquela luta de Jacó com Deus teve um significado muito profundo. O texto hebraico sugere que foi Deus quem iniciou a luta com Jacó. Como foi dito, Deus, numa manifestação pré-encarnada, ajustou sua força à força de Jacó e lutou com ele. Isso explica porque Jacó prevalecia na luta.

Jacó prevaleceu até que teve sua coxa deslocada. Naquele momento ele perdeu o ponto de equilíbrio de sua força. A partir dali cada passo de Jacó seria um lembrete de sua dependência da graça divina.

Quando Deus lhe perguntou seu nome, ele prontamente respondeu: “Jacó!” (Gênesis 32:27). Dessa vez ele não tentou ser um enganador como havia feito com seu pai quando disse ser Esaú. Diante do Anjo do Senhor, Jacó reconheceu ser um enganador e confessou seu pecado. Foi ali que Jacó verdadeiramente teve um encontro com Deus. Ele não teve apenas seu nome mudado, mas teve sua vida transformada.

Ao lutar com Deus Jacó não prevaleceu por sua força, capacidade ou qualquer habilidade. Jacó lutou com Deus e prevaleceu por sua fraqueza, por sua sinceridade, por sua contrição, quebrantamento e humildade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close