Por que Jesus Disse: Meu Deus, Meu Deus, Por Que me Abandonaste?

Jesus disse “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” porque naquele momento ele estava provendo a expiação do pecado de seu povo. Isso significa que Ele estava recebendo sobre si todo o peso da ira da justiça de Deus.

Além disso, ao dizer “Meu Deus, Meu Deus, por que abandonaste?” Jesus estava cumprindo as Escrituras. Essa frase que traduz o original Eloí, Eloí, lamá sabactani é também a primeira estrofe do Salmo 22. Nesse salmo messiânico o salmista profetiza sobre o sofrimento do Messias. Ele escreve: “Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia?” (Salmos 22:1).

Meu Deus! Meu Deus!

A Bíblia diz que o único e verdadeiro Deus subsiste em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. São três pessoas distintas em um só Deus. Obviamente isto é um mistério para nós, mas jamais podemos dizer que essa doutrina não é ensinada na Bíblia (Mateus 5:16; 11:25; 28:19; João 1:1-3,18; 10:17-38; 1 Coríntios 2:10; 2 Coríntios 13:14 etc.). Saiba mais sobre o que é a Trindade.

O Deus Triúno é o criador e sustentador de todas as coisas. Todo o universo foi criado pelo Pai, através do Filho, pela agência do Espírito (Gênesis 1; João 1; Colossenses 1:16,17). Na obra da redenção, o Pai planejou, o Filho executou, e o Espírito Santo é quem aplica essa obra. Na execução da obra da redenção, o Filho encarnou e assumiu o lugar dos pecadores (João 1).

O clímax dessa obra se deu no Calvário. Jesus, plenamente Deus e plenamente homem, morreu por aqueles que mereciam a morte. Aquele que jamais pecou, se fez pecado para redimir o seu povo (2 Coríntios 5:21). Foi nesse momento de agonia que o Filho exclamou ao Pai: “Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?”. Entenda como a a Bíblia afirma que Jesus é Deus.

Receber Estudos da Bíblia

Por que me abandonaste?

De fato a declaração “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” foi um grito que expressa toda a desolação de Jesus na cruz. Essa frase mostra toda a profundidade do sofrimento que ele suportou ali.

Mas é preciso saber que essa frase não diz respeito ao sofrimento físico de Jesus, apesar de esse sofrimento ter sido imenso. Essa frase diz respeito ao inimaginável sofrimento da separação do Pai que o Filho teve de experimentar. Por toda a eternidade o Filho havia desfrutado do mais perfeito e pleno amor em seu relacionamento com o Pai, mas na cruz Ele teve de ser abandonado.

Aqui algumas pessoas equivocadamente dizem que o Pai não suportou ver o sofrimento do Filho na cruz e por isso virou seu rosto. Mas isto não passa de um emocionalismo barato! A frase “Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?” não é uma declaração romântica. Quando Jesus pronunciou essas palavras Ele realmente estava abandonado. Ele estava completamente separado do Pai! Se alguém pode dizer que sabe o que realmente significa o desprezo de Deus, essa pessoa é Cristo.

O Pai o abandonou porque naquele momento Jesus Cristo havia sido feito pecado, e o pecado implica na separação de Deus. A Bíblia diz que a santidade de Deus é tamanha que seus olhos não podem contemplar a iniquidade (Habacuque 1:13). Isso explica por que Jesus provou do abando divino.

“Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?” foi a genuína declaração daquele que suportou o horror da ira do juízo de Deus sobre o pecado. No lugar de todo o seu povo, Jesus suportou a terrível maldição merecida pelo pecado. O Filho foi abandonado pelo Pai naquele momento para que os redimidos pudessem ter comunhão com Deus por toda a eternidade. Conheça também as outras frases de Jesus na cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close