O Que Significa “Não Tentarás o Senhor Teu Deus” na Bíblia?

A frase “não tentarás o Senhor teu Deus” significa que ninguém deve ter a presunção de querer submeter Deus à prova. Deus não é como o homem, mentiroso e enganador, cuja fidelidade precisa ser testada e provada.

A declaração “não tentarás o Senhor teu Deus” aparece tanto no Antigo Testamento quanto no Novo Testamento. No livro de Deuteronômio, numa conclamação à obediência do povo, aos israelitas foi dada a clara recomendação: “Não tentarás o Senhor, teu Deus, como tentaste em Massá” (Deuteronômio 6:16).

Perceba que o versículo diz que o povo de Israel havia tentado a Deus em Massá. Essa é uma referência ao episódio em que os israelitas contenderam com Moisés e murmuraram contra Deus por causa da falta de água. O povo começou a pedir água a Moisés, e a acusá-lo que tê-los tirado do Egito para matá-los de sede.

Então Moisés questionou os israelitas: “Por que contendeis comigo? Por que tentais ao Senhor?” (Êxodo 17:2). Depois o texto bíblico diz que aquele lugar foi chamado de Massá e Meribá, por causa da contenta dos israelitas e porque ali eles tentaram ao Senhor. Massá significa literalmente “tentado”, e Meribá significa “contenda”.

O texto bíblico também esclarece que a tentação dos filhos de Israel a Deus consistiu em questionar a presença e o propósito de Deus. Eles disseram: “Está o Senhor no meio de nós ou não?” (Êxodo 17:7).

A gravidade da atitude dos israelitas fica evidente diante do fato de que naquele tempo eles já tinham provado da ação e do poder sobrenatural de Deus em favor deles durante toda a peregrinação desde o Egito. Eles tinham visto as dez pragas enviadas sobre o Egito; tinham atravessado o Mar Vermelho que foi aberto especialmente para que eles passassem; tinham visto a glória de Deus na nuvem e sido guiados por sua coluna de fogo; tinham sido alimentados com maná e codornizes; mas, ainda assim, eles duvidavam da fidelidade do Senhor.

Por que Jesus disse “não tentarás o Senhor teu Deus”?

A frase “não tentarás o Senhor teu Deus” aparece no Novo Testamento justamente na ocasião da tentação de Jesus no deserto. A Bíblia diz que Satanás tentou o Senhor Jesus, inclusive citando as Escrituras.

Então o texto bíblico registra que em dado momento o diabo levou Jesus ao pináculo do Templo e o desafiou a pular dali fazendo uma citação distorcida do Salmo 91. Ele cita os versos 11 e 12 do salmo ao dizer: “Aos seus anjos ordenará a teu respeito que te guardem; e: Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra” (Mateus 4:6).

A questão é que Satanás aplicou esse texto com um sentido completamente oposto ao original. Enquanto o Salmo 91 aponta para a fidelidade de Deus e exorta o seu povo a confiar plenamente n’Ele, o diabo tentou fazer desse texto um motivo de teste a Deus a fim de questionar Sua fidelidade.

A Bíblia diz que prontamente Jesus respondeu ao diabo também citando as Escrituras, mas com o sentido correto. O texto que Ele usou foi justamente aquele de Deuteronômio 6:16. Assim Ele disse: “Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus” (Mateus 4:7).

Receber Estudos da Bíblia

Cuidado para não tentar ao Senhor

Sem dúvida a frase “não tentarás o Senhor, teu Deus” é uma clara exortação a todos nós para que não venhamos a cair no grande erro de duvidar da Palavra do Senhor; ou no perigo de presunçosamente tentar questionar a fidelidade de Deus; ou ainda querer submeter o poder divino aos nossos caprichos agindo como filhos insolentes.

Muitos não percebem, mas às vezes em pequenas atitudes e situações do cotidiano acabam tentando ao Senhor. Há vários exemplos disso. Muitas pessoas pedem provas da presença de Deus em determinado momento de sua vida, mesmo sabendo da promessa de Jesus Cristo de que Ele estaria com seu povo todos os dias até a consumação dos séculos. Claro que é isto é uma forma de tentar ao Senhor.

Não raramente alguém diz que se não “ouvir” a voz de Deus, ele desistirá da fé. Isso é o mesmo que desprezar e duvidar da veracidade da Palavra de Deus revelada e registrada nas Escrituras e que tem falado todo esse tempo.

W. Hedriksen dá um exemplo ainda mais prático de uma pessoa que ora fervorosamente para que Deus lhe conceda saúde; no entanto, ela deixa de se cuidar e observar as regras para uma vida saudável. Tudo isso é tentar ao Senhor, e a resposta repreensiva das Escrituras continua sendo: “Não tentarás o Senhor teu Deus”.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

2 Comentários

  1. Mediante uma decisão difícil, para a qual se está orando a algum tempo, poderíamos pedir a Deus que nos mostre sua vontade através de alguns sinais, como na historia de Gideão? Isso é pedir confirmação de Deus ou é tenta-lo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar