A Chamada Profética de Samuel: Como Foi o Chamado de Samuel?

A chamada profética de Samuel está registrada no capítulo 3 do primeiro livro que leva o nome do profeta (1 Samuel 3:1-21). O ministério de Samuel foi realmente muito importante em Israel. Ele não apenas serviu como profeta de Deus diante do povo, mas também foi sacerdote e juiz em Israel.

Como juiz, Samuel foi o último líder que antecedeu o primeiro rei de Israel. Por isso ele é frequentemente considerado o último juiz de Israel. Como profeta, os estudiosos consideram que Samuel inaugurou um novo estágio do ministério profético em Israel desde Moisés. Ele foi o primeiro profeta notável do chamado “período pré-clássico” da profecia israelita. A chamada profética de Samuel não deixa qualquer dúvida de que ele foi escolhido diretamente pelo próprio Deus para ser seu porta-voz na terra.

Antes da chamada profética de Samuel

O chamado de Samuel aconteceu num período crítico da história de Israel. Embora os israelitas já estivessem ocupando a Terra Prometida, politicamente e religiosamente a vida do povo estava bastante conturbada. O povo era rebelde, e frequentemente sofria opressão de povos inimigos por causa de sua desobediência à vontade de Deus. Mesmo o Senhor levantando libertadores para o seu povo, tão rapidamente os israelitas incorriam no erro de se afastarem do Senhor.

O sacerdócio também entrou em declínio, e o auge da decadência espiritual em Israel naquele período se deu justamente nos dias de infância e juventude de Samuel. A família de Samuel era piedosa e temente a Deus; mas o ambiente no Tabernáculo onde ele foi criado era bem diferente.

Eli era o sumo sacerdote de Israel. Ele falhou em ensinar e corrigir seus filhos sobre o temor de Deus. Os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, eram imorais e não tinham qualquer respeito pelas coisas de Deus. Eles transgrediram a Lei de Deus deliberadamente e de muitas maneiras. Isso acabou apressando o juízo de Deus sobre à casa de Eli (1 Samuel 2:27-36).

  • Veja também: Quer melhorar o aproveitamento de suas aulas da EBD? Conheça um curso completo de formação para professores e líderes da Escola Bíblica Dominical.Conheça aqui! (Vagas Limitadas)

O chamado de Samuel

Realmente o profeta Samuel cresceu num ambiente muito complicado em Silo, onde estava o Tabernáculo. Contudo, apesar da decadência da família de Eli, Samuel cresceu na presença do Senhor.

A chamada profética de Samuel aconteceu quando ele ainda era muito jovem. Flávio Josefo sugere que Samuel tinha cerca de doze anos quando Deus falou com ele pela primeira vez. Alguns estudiosos preferem dizer que talvez Samuel fosse um pouco mais velho; visto que a designação “jovem Samuel” em 1 Samuel 3:1 usa o mesmo termo hebraico usado para se referir a Davi na ocasião em que ele matou o gigante Golias (cf. 1 Samuel 17:33).

O texto bíblico registra a chamada profética de Samuel de uma forma muito vívida. Certo dia, quando ele já estava deitado, o Senhor falou com Samuel de forma audível e o chamou pelo nome. Prontamente Samuel respondeu: “Eis-me aqui”; mas ele pensava que era Eli quem o estava chamando. Depois de três vezes que o Senhor tinha chamado Samuel, Eli entendeu o que estava acontecendo. Então o velho sacerdote avisou Samuel que Deus estava falando com Ele.

Assim, na próxima vez que Deus chamou a Samuel, em obediência ele prontamente respondeu ao chamado divino: “Fala, porque teu servo ouve” (1 Samuel 3:10). Naquele momento ele se tornou o porta-voz de Deus, o canal da mensagem de julgamento do Senhor sobre a família de Eli que seria banida do sacerdócio de Israel. Embora tenha sentido certo temor de relatar a mensagem de Deus a Eli, Samuel não lhe escondeu nada (1 Samuel 3:15-18).

Receber Estudos da Bíblia

Após a chamada profética de Samuel

Samuel foi chamado por Deus como profeta num tempo em que a Bíblia diz que “a palavra do Senhor era mui rara; e as visões não eram freqüentes” (1 Samuel 3:1). Isso claramente indicava a insatisfação de Deus com seu povo.

Mas de maneira inversa, Deus manifestou seu favor ao chamar Samuel para ser seu profeta. O texto bíblico diz: “Crescia Samuel, e o SENHOR era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. Todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado como profeta do Senhor. Continuou o SENHOR a aparecer em Siló, enquanto por sua palavra o SENHOR se manifestava ali a Samuel” (1 Samuel 3:19-21).

Isso significa que Samuel foi estabelecido como profeta do Senhor sobre toda terra de Israel. Em seu ministério profético, Samuel ensinou o povo acerca da Lei de Deus e da necessidade do arrependimento de seu pecado (cf. 1 Samuel 7:1-3). Ele também julgou o povo de Israel e manteve tribunais em diversas cidades do território israelita (cf. 1 Samuel 7:15,16).

Mais tarde, como o profeta de Israel, Samuel foi comissionado por Deus para ungir Saul a rei de Israel (1 Samuel 9:1-10:27). Durante o reinado de Saul, como sacerdote e profeta Samuel advertiu vigorosamente o rei por causa de seus erros. Quando o rei Saul foi rejeitado, coube a Samuel a ungir Davi como rei de Israel (1 Samuel 16).

A chamada profética de Samuel foi mesmo muito importante. Embora ele também tenha sido juiz e sacerdote, certamente Samuel marcou a história bíblica como profeta. Ele dedicou sua vida ao zelo pelas coisas do Senhor. Ele era um homem de oração e seu exemplo de fé é lembrado até no Novo Testamento (Hebreus 11:32). Assim como os demais profetas veterotestamentários, Samuel também predisse a era messiânica, e seu testemunho fala ainda hoje à Igreja de Cristo (cf. Atos 3:24).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar