O Que é Fé? O Que Significa a Fé Segundo a Bíblia?

Não é fácil definir o que é fé, pois o ato de crer é algo bastante amplo. Todas as pessoas creem em alguma coisa, até mesmo quem se declara ateu. Isso significa que nem todas as formas de fé é de fato a fé verdadeira, e as pessoas possuem diferentes conceitos sobre fé.

O foco do nosso texto é a definição do que é a fé verdadeira segundo a Bíblia. Essa fé verdadeira vai muito mais além do que simplesmente crer.

A palavra “fé” na Bíblia

No Antigo Testamento, o termo “fé” aparece apenas duas vezes (Deuteronômio 32:20; Habacuque 2:4). Mas se a palavra “fé” não é utilizada com frequência, expressões como “crer”, “confiar” e “esperar” transmitem o conceito de fé do começo ao fim do Antigo Testamento.

Isso significa que a palavra fé aparece principalmente no Novo Testamento e possui muitos aspectos. Essa palavra traduz especialmente o substantivo grego pistis, mas também está presente nos significados do adjetivo pistos e do verbo pisteuo. Juntos, eles ocorrem por mais de 300 vezes e transmitem tanto o sentido de confiança quanto de fidelidade.

O significado e os aspectos da fé verdadeira

A fé foi um tema central da Reforma Protestante. Por isso a Igreja Reformada se empenhou muito em estudar o que é a fé bíblica, e destacou três aspectos da fé. Saiba o que foi a Reforma Protestante.

O primeiro aspecto implica em um conhecimento intelectual, e foi denominado pelo termo latino notitia. Basicamente esse aspecto significa “crer na informação”, ou seja, ele destaca o conteúdo sob o qual alguém tem fé. Isso indica que não adianta simplesmente crer. É necessário crer na informação correta.

O segundo aspecto diz respeito à concordância acerca da veracidade da informação. Esse aspecto é chamado de assensus, que implica num assentimento intelectual. Isso indica que não basta apenas crer no conteúdo correto, mas é necessário estar persuadido da verdade desse conteúdo.

Um exemplo que pode ajudar na compreensão deste ponto é o fato de que os demônios também creem. Sim, o diabo e os demônios creem e conhecem a verdade acerca de Deus (Tiago 2:4). No entanto, eles não possuem a fé verdadeira, a fé salvadora.

O terceiro aspecto é chamado de fiduncia. Ele expressa especialmente o sentido de confiança pessoal daqueles que possuem a verdadeira fé. Não basta apenas conhecer o conteúdo, e ter um mero assentimento intelectual, pois isto até os demônios tem. É o necessário depositar sem reservas sua vida em Cristo, confiando exclusivamente nele para sua salvação. Portanto, a verdadeira fé implica em compreensão, aceitação e confiança.

O que é a fé verdadeira?

A Bíblia diz que “a fé é a certeza de coisas que se esperam e a convicção de fatos que não se veem” (Hebreus 1:1). Essa é uma das definições mais claras acerca do que é a fé na Bíblia.

Sob esse aspecto, fé é depositar a confiança exclusivamente em Deus, independentemente das circunstâncias. É abraçar as promessas de Deus, confiar em sua Palavra e permanecer fiel a Cristo.

A fé é a convicção de fatos que não se veem

A fé verdadeira crê sem ver. Ela não precisa se ancorar em coisas visíveis para existir. A fé verdadeira é a convicção de fatos que não se veem. A verdadeira fé conhece e aceita a Palavra de Deus, e possui uma certeza profunda e inabalável de que tudo o que está revelado nela é verdade.

A fé verdadeira não apenas confia, mas também tem certeza. Ela tem certeza absoluta de coisas que se esperam. O crente que possui a genuína fé foi convencido de que as coisas que ele não pode ver são reais. A fé verdadeira não duvida da veracidade dos acontecimentos passados narrados na Palavra de Deus. Também não duvida dos acontecimentos futuros que ocorrerão segundo as suas promessas.

Receber Estudos da Bíblia

A verdadeira fé é dom de Deus

A fé verdadeira não nasce de sinais ou das evidências de milagres. Aqueles que crucificaram Jesus não conseguiram crer mesmo estando diante do maior milagre de todos os tempos. Quando souberam de sua ressurreição, rapidamente eles trabalharam para escondê-la, e se negaram a crer que Ele é realmente o Filho de Deus (Mateus 27:11-15).

Isso significa que a fé salvadora não é fruto da vontade do homem caído, mas é resultado da ação do Espírito Santo em um coração regenerado. Também é verdade que a maioria das pessoas diz crer em Deus. Porém, elas não creem no verdadeiro Deus conforme revelado nas Escrituras. Elas criaram para si uma versão de divindade que não corresponde ao Deus da Bíblia. Isso acontece por causa de sua própria natureza pecaminosa. Elas estão cegas pelo pecado, e mortas espiritualmente.

A menos que o próprio Deus opere algo no pecador, mudando a inclinação de seu coração, dando-lhe uma nova natureza, ele continuará crendo no erro e na mentira. Por isso que somente aqueles que nasceram de novo, que receberam o dom da fé da parte de Deus, são habilitados a crer no único Deus que subsiste nas pessoas do Pai, Filho e Espírito Santo. Saiba o que significa nascer de novo.

Mas se a fé é um dom de Deus, a atividade e a responsabilidade de crer é uma resposta humana. Definitivamente não é Deus quem crê no lugar do homem. A explicação dessa relação entre a fé como um dom de Deus e a resposta do homem ao crer, é facilmente percebida nas Escrituras. Neste ponto também há uma intima ligação entre a fé e o arrependimento.

O Novo Testamento declara que somente pode crer que Jesus é o Cristo, aquele que for nascido de Deus (João 5:1). Sim, é o próprio Deus quem faz brotar a fé verdadeira no coração do homem por meio de sua Palavra proclamada (Romanos 10:17).

A verdadeira fé resulta em obras

Já falamos que um simples assentimento intelectual não significa uma fé verdadeira. A fé genuína necessariamente será acompanhada de uma vida vivida de acordo com a verdade em que se crê. Neste caso, a verdade é a Palavra de Deus. O grande objeto da fé é Cristo!

Portanto, aquele que crê verdadeiramente, procura ser cada vez mais semelhante a Cristo. Logo, as boas obras realizadas pelo redimido não indicam seus próprios méritos, mas servem de evidência da autenticidade da sua fé.

Se alguém que se diz crer, não demonstrar em sua vida as virtudes do fruto do Espírito Santo, na verdade ele não crê realmente. Por isto Tiago escreve que a fé sem obras é morta (Tiago 2:17). Entenda o que é o fruto do Espírito Santo.

A importância da fé salvadora

  1. A fé é a base de nossa redenção. É unicamente através da fé que somos justificados por Deus (Romanos 1:17; 3; 5:1). O justo viverá pela fé! O apóstolo Paulo escreve que a salvação é pela graça mediante a fé (Efésios 2:8). Saiba mais sobre o que é a salvação pela graça.
  2. É pela fé que compreendemos as obras de Deus e temos conhecimento do seu propósito (Hebreus 11:3).
  3. Sem a fé genuína, ninguém é capaz de agradar a Deus, e nem mesmo de crer que Ele existe (Hebreus 11:6).
  4. É pela fé que podemos agir segundo a vontade de Deus. A fé genuína implica em total dependência e obediência ao Senhor (Hebreus 11:8-29).
  5. Ter fé verdadeiramente significa abandonar toda confiança em nossos próprios recursos. Ter fé significa se apegar sem ressalvas às promessas de Deus. Significa olhar para Cristo como único e suficiente salvador de nossas vidas (João 3:16). A fé tira o homem de si mesmo e o coloca em Cristo. Por isto aquele que tem fé está em Cristo, e Cristo nele (João 15:4).

2 comentários em “O Que é Fé? O Que Significa a Fé Segundo a Bíblia?”

  1. Fe para mim é crer no que eu não vejo … de é sentir Deus … Cristo Jesus a frente sempre de tudo que faço… amar meu próximo só é possível… porque tenho fe e sei que não sou eu mas o Deus que vive em mim … que vai a minha frente abrindo meus caminhos…. eu abençoou voces em Cristo Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close