O Que Significa “Passar Um Camelo Pelo Fundo de Uma Agulha”?

Certa vez Jesus disse que é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus. O significado dessa frase tem sido debatido ao longo do tempo, e algumas interpretações diferentes surgiram. Vejamos as principais:

  1. O camelo que passa pelo fundo de uma agulha deve ser entendido como sendo uma corda (talvez de pescaria) que passa pelo funil de uma agulha. A ideia é que há muita dificuldade em fazer uma corda passar por uma agulha, visto só ser possível se desfiá-la. Quem defende essa interpretação sugere que a palavra grega traduzida como “camelo” talvez tenha sido trocada por engano por copistas no lugar da palavra grega para “corda” ou “cabo”.
  2. O camelo que passa pelo fundo de uma agulha deve ser entendido como um camelo que passa por uma pequena porta. Quem defende essa interpretação, alega que a agulha usada nessa passagem se refere a uma pequena porta que havia no muro de Jerusalém, e que para um camelo passar por ela, seria necessário que lhe tirassem todas suas bagagens e ainda assim ele deveria se ajoelhar e ser empurrado.
  3. O camelo que passa pelo fundo de uma agulha deve ser entendido como sendo literalmente um camelo e uma agulha, mas numa linguagem figurada para expressar algo impossível.

Qual é o melhor significado de um camelo passar pelo fundo de uma agulha?

As tentativas em fazer com que as duas primeiras interpretações acima estejam corretas, não têm encontrado fundamentos convincentes, além de serem completamente objetáveis do ponto de vista linguístico.

Sobre a hipótese do camelo ser, na verdade, uma corda, não há qualquer evidência respeitável de que tenha havido uma troca de palavras nesse texto. Quanto a possibilidade da agulha ser a referência de uma pequena porta em Jerusalém, também não há indícios de que um dia realmente tenha existido ali uma pequena porta apelidada com essa expressão devido ao seu tamanho.

Além disso, por que alguém, por ventura, contrariando a lógica de se passar pelas portas principais, iria insistir em empurrar seu camelo descarregado pela pequena porta?

Essas duas explicações simplesmente parecem se esforçar na tentativa de tornar possível o que Jesus estava declarando ser impossível. Por tanto, a melhor interpretação é a de que Jesus comparou intencionalmente um camelo e uma agulha.

O camelo era o maior animal que havia na Palestina, e o fundo de uma agulha a menor das passagens. Então, utilizando uma hipérbole, isto é, um recurso onde se aplica um completo exagero na significação linguística, Jesus utilizou essa expressão para compor seu ensinamento.

Vale saber que por muitas vezes Jesus usou esse tipo de linguagem figurada (Mateus 5:13,29,30,39; 7:3-6; 8:22; 12:43-45; 18:8,9; 21:21; 23:24; etc). Também é interessante saber que no Talmude existe uma expressão parecida, onde se diz: “É mais fácil passar um elefante pelo fundo de uma agulha”.

Receber Estudos da Bíblia

Por que é mais fácil passar um camelo no fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus?

Primeiramente, deve-se entender que nesse contexto “entrar no reino de Deus” significa obter a vida eterna, ou seja, ser salvo. Na expressão utilizada por Jesus, Ele literalmente estava dizendo que “com dificuldade um rico entrará no reino de Deus”, na verdade, com tanta dificuldade, que será mesmo impossível, assim como é impossível que um camelo passe pelo fundo de uma agulha.

Também é preciso deixar claro que Jesus não estava dizendo que um rico jamais poderá ser salvo, ou seja, ele não estava reprovando a posse de riqueza, mas, sim, ser possuído por ela. Isso está muito claro no contexto em que essa passagem aparece, onde Jesus conversa com um jovem rico que foi incapaz de abnegar de seus bens para segui-lo.

O problema daquele jovem não era ser rico, mas possuir devoção a sua riqueza, o que lhe impedia de seguir a Jesus, pois não se pode servir a Deus e a Mamom. Quando o jovem se retirou, Jesus então exortou seus discípulos acerca do perigo das riquezas, e então disse a frase: “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no céu”.

Na sociedade judaica da época, as riquezas eram identificadas como um sinal da aprovação divina, ou seja, para eles, as chances de um rico ser salvo eram muito maiores. Quando os discípulos perceberam que aquele jovem com todo seu dinheiro havia sido reprovado, profundamente chocados eles perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” (Mateus 19:25).

Focando na pessoa do rico, o que Jesus estava dizendo é que uma pessoa, por mais rica e poderosa que seja, nunca conseguirá, por seu próprio poder, recursos ou méritos, entrar no reino de Deus.

Não obstante, diante da pergunta dos discípulos, a resposta de Jesus não se limitou apenas aos ricos, mas se estendeu a todos os homens: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis” (Mateus 19:26).

Com isso, Jesus estava dizendo, de forma clara, objetiva e direta, que a salvação não é uma realização humana, isto é, do princípio ao fim, ela é obra de Deus.

Literalmente seria mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que qualquer homem, seja ele rico ou pobre, senhor ou escravo, forte ou fraco, bom ou mau, conseguir se salvar por si mesmo (Efésios 2:1-11).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico

4 Comentários

  1. A paz esta comparação Jesus fez em relação ao rico avarento que ama o dinheiro e esquece literalmente de Deus , como é impossível um camelo passar no fundo de uma agulha esse rico não pode entrar no reino de Deus. Ele não quis dizer que rico não pode ser salvo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar