Quem Escreveu o Livro de Hebreus?

Quem escreveu o livro de Hebreus é uma pergunta feita desde muito cedo na história da Igreja Cristã. Já no século 2 d.C. a autoria da carta era debatida entre os cristãos, ficando geralmente sugerido que Paulo escreveu o livro de Hebreus, mas isso está longe de ser uma unanimidade.

A seguir nós conheceremos o que se sabe sobre o autor de Hebreus e também analisaremos as melhores sugestões sobre quem escreveu essa importante epístola do Novo Testamento.

Possíveis autores do livro de Hebreus

Por conta do mistério sobre quem escreveu Hebreus, muitos nomes foram especulados ao longo do tempo. Nenhuma das possibilidades podem ser entendidas definitivamente como certas. As principais sugestões são as seguintes:

Apolo como escritor do livro de Hebreus

Essa é uma das principais sugestões sobre a autoria do livro de Hebreus, e foi defendida por Martinho Lutero. Apolo era um judeu alexandrino que possuía grande conhecimento nas Escrituras, de forma que ensinava sobre o Senhor com grande eloquência (At 18:24-26).

Lutero se baseou principalmente no capítulo 18 de Atos para defender sua sugestão, e argumentou que Alexandria era um grande centro educacional onde Apolo teria conseguido toda sua habilidade no idioma grego, além de também ter contato com a Septuaginta, a versão grega do Antigo Testamento, que inclusive foi publicada primeiro nessa cidade.

O livro de Atos nos informa que Apolo inicialmente conhecia apenas o batismo de João, mas depois foi instruído adequadamente por Priscila e Áquila.

De fato essa hipótese é muito boa, mas sua grande fraqueza é o fato de que ninguém durante os primeiros séculos do cristianismo a defendeu de forma convincente. Clemente de Alexandria (200 d.C.), por exemplo, certamente seria o mais indicado para apontar Apolo como escritor do livro de Hebreus, mas ao invés disso ele sugeriu Paulo.

Barnabé como autor de Hebreus

Barnabé é outro candidato sugerido para ter escrito o livro de Hebreus. Essa sugestão foi feita por Tertuliano em 225 d.C. Ele se baseou nos relatos do livro de Atos dos Apóstolos sobre Barnabé, sobretudo em suas credenciais em Atos 4:36,37.

Devido a sua origem, e o que é escrito sobre ele no Novo Testamento, obviamente ele era qualificado para ter escrito o livro de Hebreus. A fraqueza dessa sugestão é de que ela não encontra nenhum apoio na história do cânon do Novo Testamento.

Priscila como autora de Hebreus

Priscila, a mulher que juntamente com Áquila instruiu Apolo, e que claramente foi membro notável da Igreja Primitiva, também tem sido sugerida por estudiosos mais modernos como a possível escritora do livro de Hebreus.

O problema dessa sugestão é que o escritor de Hebreus, no original grego, usa um particípio com terminação masculina quando se refere a si mesmo em Hebreus 11:32, ou seja, para defender a autoria de Priscila seria necessário contornar uma questão textual que torna essa hipótese impossível.

Paulo escreveu o livro de Hebreus?

Durante muito tempo o apóstolo Paulo foi considerado o autor do livro de Hebreus. Clemente de Alexandria e Orígenes nos séculos 2 e 3 d.C. já afirmavam que Paulo escreveu essa carta.

Essa sugestão foi tão aceita que em 1611 quando a versão inglesa King James foi publicada ela trouxe o seguinte título para a Epístola aos Hebreus: “A Epístola de Paulo o Apóstolo aos Hebreus”.

Apesar de tudo isso, alguns pontos importantes fazem com que a autoria de Paulo seja bem pouco provável. O principal problema ocorre por conta das claras diferenças entre o livro de Hebreus e as epístolas paulinas.

Considerando principalmente o texto grego original da carta, pode-se dizer que nada em Hebreus lembra o estilo de escrita do apóstolo, suas características expressões e até mesmo a escolha das palavras.

Outro ponto bastante importante é que em suas cartas o apóstolo Paulo faz referências cruzadas quando se trata das doutrinas mais importantes, mas isso não ocorre em Hebreus.

A principal fraqueza da autoria de Paulo ocorre em Hebreus 2:3, onde o escritor da epístola claramente não se coloca entre aqueles que ouviram pessoalmente do Senhor Jesus a salvação que estava sendo anunciada, mas ele se posta entre aqueles que escutaram dos que a receberam diretamente de Cristo.

Em comparação a esse texto devemos colocar Gálatas 1:12, onde o apóstolo Paulo afirma categoricamente que ele não recebeu o Evangelho de nenhuma outra pessoa, mas diretamente de Jesus Cristo.

Calvino observou muito bem quando afirmou que o escritor de Hebreus se colocava entre os discípulos do ministério apostólico. Para quem argumenta que ainda assim existem semelhanças teológicas entre Hebreus e as cartas de Paulo, faz-se necessário lembrar que muito mais semelhanças existem com os escritos de João, e nem por isso o apóstolo João é considerado o escritor de Hebreus.

Outros possíveis autores de Hebreus

Além desses nomes citados, outros importantes líderes da Igreja Primitiva também foram sugeridos como autores do livro de Hebreus, como por exemplo, Clemente de Roma que viveu em aproximadamente 95 d.C.; Epafras que foi citado por Paulo quando escreveu aos Colossenses (Cl 1:7); e Silas, companheiro de Paulo em viagens missionárias, e que também conhecia o apóstolo Pedro (At 15:22-40; 1Pe 5:12).

O que sabemos sobre quem escreveu o livro de Hebreus?

Se não podemos afirmar com certeza quem escreveu o livro de Hebreus, podemos considerar alguns detalhes presentes na própria epístola que esclarecem algumas curiosidades sobre ele.

  • Como já foi dito, o autor era um homem, e isso fica claro no grego original em Hebreus 11:32. Ele também dominava o grego e seu estilo literário era helenístico.
  • Ele era muito capacitado no Antigo Testamento, e fez grande uso da Septuaginta.
  • Ele não teve contato direto com Jesus (Hb 2:3-4).
  • Ele conhecia pessoalmente Timóteo e também os destinatários de sua carta (Hb 13:22,23).

Apesar de tantas sugestões de nomes para possíveis autores dessa epístola, a defesa de qualquer um delas enfrenta sérios problemas. Sobre isso Orígenes acertou ao dizer que somente Deus é quem sabe quem escreveu o livro de Hebreus.

Particularmente prefiro a sugestão de que o autor tenha sido foi Apolo, simplesmente considerando o que é dito sobre ele em Atos e também pelo próprio apóstolo Paulo (1Co 1:12; 3; 4:6; 16:12; Tt 3:13). Quanto a autoria de Paulo, penso que em Hebreus não há nada que ao menos lembre o estilo do apóstolo.

Com tudo, se por um lado não sabemos quem escreveu o livro de Hebreus por outro sabemos com clareza qual é a sua mensagem, e, em última análise, seu verdadeiro Autor, e isso é o que realmente nos importa.

Aplicativo de Estudo Bíblico

Você pode gostar também Mais do autor

2 Comentários

  1. Pastor Carlos Silva O usuário diz

    Amei o comentário sobre quem escrevru a carta aos hebreus, gostaria de receber mais estudos assim um a braço a toda a equipe.

  2. pr,sebastiao n marques O usuário diz

    Muito bom,espero receber estudos ,porque nos ajuda muito a desenvolver o reino de deus.peguei estes estudos do livro de apocalipse de vocês que me ajudou muito na compreençao para os irmãos .fiquei muito grato e bem preparado também.sou amante de estudos bíblicos. gosto da palavra.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.