Quem Foi Abner na Bíblia?

Abner foi comandante do exército de Israel no tempo do reinado de Saul. Na verdade, Abner pertencia à família real, pois era primo do rei Saul. Ele era filho de Ner, filho de Abiel, o avô de Saul. Abner também foi o pai de Jaasiel, um servo de Davi.

Abner ficou conhecido na Bíblia por ter tido uma participação importante tanto nos eventos relacionados ao reinado do primeiro rei de Israel, como também no estabelecimento do reinado de Davi.

A história de Abner na Bíblia está registrada nos livros de Samuel no Antigo Testamento. Ele aparece pela primeira vez no capítulo 14 do primeiro livro de Samuel, que traz suas informações genealógicas (Samuel 14:50-52). Depois, Abner é mencionado mais vezes na segunda metade de 1 Samuel, e também nos capítulos iniciais de 2 Samuel (1 Samuel 17:55-57; 20:25; 26:5-15; 2 Samuel 2—4).

Abner durante o reinado de Saul

Durante o reinado de Saul, Abner desfrutou de grande influência em Israel. Ele liderou o exército israelita em várias campanhas militares bem-sucedidas que possibilitaram a expansão do reino de Israel ao sul e ao oeste. Inclusive, foi em uma das campanhas militares contra os filisteus que Abner apresentou o jovem Davi ao rei Saul (1 Samuel 17:55-58).

Quando o ódio invejoso de Saul se inflamou contra Davi, Abner liderou as tropas que perseguiram Davi. Nesse tempo parece que Abner serviu como guarda-costas de Saul. Num episódio muito conhecido, Davi conseguiu se aproximar de Saul enquanto ele dormia e pegou a lança e o jarro de água que estavam perto da cabeça dele. Naquela ocasião Abner e seus soldados estavam dormindo ao redor de Saul, e por isso logo em seguida ele foi repreendido por Davi que o cobrou de falhar na proteção do rei (1 Samuel 26:5-16).

Quando Saul foi morto depois de uma derrota apara os filisteus, Abner rapidamente tratou de colocar Isbosete, filho de Saul, sob o trono de Israel em lugar de seu pai (2 Samuel 2:8-10). Com exceção da tribo de Judá, todas as outras tribos de Israel inicialmente reconheceram Isbosete como rei. Porém, naquele tempo o apoio à casa de Davi era crescente.

Na verdade, Davi já era reconhecido como rei em Hebrom pela tribo de Judá e houve um grande conflito entre os apoiadores de Isbosete e os apoiadores de Davi. Nesse conflito, o exército de Isbosete liderado por Abner acabou derrotado em Gibeom (2 Samuel 2:14-32).

Ao fugir, Abner foi perseguido por Asael, irmão de Joabe, comandante das tropas de Davi. Abner se esforçou para não fazer dano a Asael, mas Asael insistiu no combate. Então em autodefesa, Abner matou Asael com uma lança (2 Samuel 2:18-23).

Abner durante o reinado de Davi

Abner ficou muito poderoso em Israel depois da morte de Saul. Ele exercia uma influência muito grande entre as tribos israelitas. Então num dado momento, Isbosete acusou Abner de ter se relacionado com Rispa, que era uma concubina real. Com essa acusação, Isbosete insinuou que Abner estava conspirando para se apoderar do trono de Israel quando se relacionou com Rispa (2 Samuel 3:7; cf. 1 Reis 2:13-25).

Abner não aceitou ter sua fidelidade questionada, e decidiu realmente apoiar Davi como rei sobre uma nação unificada. Então Abner agiu como um pacificador e negociador diante das tribos de Israel e fez com que todas elas reconhecessem Davi como rei. Davi elogiou Abner por seus esforços e fidelidade.

Dessa forma, Abner teve uma participação decisiva para a retirada definitiva da casa de Saul do trono de Israel, para o ajuntamento das tribos de Israel sob um reino unificado, e para o estabelecimento da dinastia de Davi.

Receber Estudos da Bíblia

A morte de Abner

A vida de Abner chegou ao fim quando Joabe, o comandante das tropas de Davi, o matou de forma traiçoeira. Isso aconteceu quando Joabe voltou de uma incursão. Ele ficou sabendo que Abner tinha sido bem recebido por Davi em Hebrom, e tentou fazer com que Davi desconfiasse de suas verdadeiras intenções. Ele alegou que Abner estava tentando enganar Davi.

Então Joabe enviou mensageiros atrás de Abner fazendo com que ele retornasse a Hebrom, sem que Davi soubesse. Ao voltar a Hebrom, Abner foi levado por Joabe para uma conversa particular. Foi nessa ocasião que Joabe o matou de forma traiçoeira com o objetivo de vingar o sangue de Asael, seu irmão. Alguns estudiosos acreditam que além do sentimento de vingança, era possível que Joabe também estivesse tomado de inveja contra Abner, ao considerar que talvez ele pudesse tomar o seu lugar como comandante do exército de Israel.

Quando o rei Davi soube da morte de Abner, ele lamentou profundamente. Ele deu a Abner um funeral digno de realeza em Israel. Davi também amaldiçoou o assassino afirmando que o Senhor traria juízo àquele crime (2 Samuel 3:39). Os israelitas também acompanharam Davi e lamentaram muito a perda de Abner.

Após dessas referências, Abner é mencionado na Bíblia apenas em duas outras passagens bíblicas (1 Crônicas 26:26-28; 27:21). No geral, Abner teve uma carreira positiva em Israel. Ele contribuiu generosamente para o futuro templo em Jerusalém, e seu bom caráter foi revelado na forma como ele relutou em fazer mal a Asael. Além disso, ele serviu como um dos instrumentos que Deus usou para estabelecer as bênçãos pactuais através da dinastia de Davi em Israel.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar