Casa / Personagens Bíblicos / Quem Foi Filipe na Bíblia?

Quem Foi Filipe na Bíblia?

Para abordarmos o assunto sobre quem foi Filipe na Bíblia, primeiramente é necessário saber que o Novo Testamento menciona quatro personagens diferentes com esse nome. Dois deles estão relacionados à casa de Herodes, o Grande, enquanto os outros dois estão diretamente ligados a Igreja Primitiva, sendo um o Apóstolo Filipe e o outro Filipe, o Evangelista.

Nesse texto conheceremos a história de todos os quatro personagens bíblicos com esse nome. Antes, quanto à etimologia, o nome Filipe significa “amante de cavalos”, vindo do grego philippos.

Os filhos de Herodes com o nome de Filipe:

Começando pelos descendentes de Herodes, o primeiro Filipe era filho de Herodes, o Grande, e Miriamne, filha de Simão, o sumo sacerdote. Segundo Flávio Josefo, durante algum tempo esse Filipe foi contato como o próximo na linha de sucessão de Antipater, mas acabou que ele não chegou realmente a reinar, e viveu como um cidadão comum em Roma. Ele também é chamado de Herodes por alguns historiadores (como o próprio Josefo). Isso parece plausível, pois muitos membros dessa família possuía esse nome, o que acabava tornando quase que obrigatório um nome adicional, no caso, Filipe. Ele foi casado com Herodias (Mc 6:17), que acabou abandonando-o para se casar com Herodes Antipas, seu meio irmão.

O outro Filipe, o tetrarca, também foi filho de Herodes, o Grande, com sua quinta mulher, Cleópatra de Jerusalém. Ele governou a tetrarquia de Gaulanite, Traconite, Auranite Batanéia e Ituréia (Lc 3:1). Foi nomeado por Augusto e governou durante 37 anos. Segundo Josefo, ele exerceu um governo moderado e justo, ganhando o reconhecimento de seus súditos por sua benevolência, e também se distinguindo do restante de seus parentes. Ele foi o primeiro governante judeu a imprimir as efígies de imperadores romanos em suas moedas. Esse Filipe casou-se com Salomé, filha de Herodias, primeira mulher do outro Filipe já citado. Ele reedificou Panias, em Cesaréia de Filipe, e deu o nome de “Julia” a Betsaida, em homenagem à filha de Augusto.

A confusão entre Filipe Apóstolo e Filipe Evangelista:  

Na verdade, muitos cristãos não sabem que existe diferença entre o Filipe Apóstolo e o Filipe Evangelista, e acabam confundindo os dois, juntando a história distinta de ambos em uma única história. Esse equívoco não vem de hoje, já há relatos da época dos pais da Igreja onde se nota essa confusão. Eusébio e Clemente de Alexandria foram dois dos que parecem ter confundido os Filipes.

Apesar disso, claramente podemos notar que Lucas, no livro de Atos dos Apóstolos, teve a preocupação em fazer a correta distinção entre ambos. Um texto interessante sobre essa questão está no capítulo 8 do livro de Atos. Após a morte de Estêvão, Lucas narra nesse capítulo que houve uma grande perseguição contra os cristãos de Jerusalém. No versículo 1, ele descreve que “todos, exceto os Apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e de Samaria” (At 8:1). No versículo 4, somo informados que “os que haviam sido dispersos pregavam a palavra por onde que fossem” (At 8:4). Já no versículo seguinte, encontramos a informação de que Filipe estava indo para uma cidade de Samaria (At 8:5). Perceba a evidente distinção que Lucas faz ao afirmar que, “exceto os Apóstolos”, todos foram dispersos pelas regiões da Judéia e Samaria. Nessa dispersão, estava o Filipe que aparece no versículo 5, que obviamente não é o Filipe Apóstolo, já que os Apóstolos permaneceram em Jerusalém.

A seguir, apresentaremos as biografias do Apóstolo Filipe e do Evangelista Filipe, o que servirá de auxílio para esclarecer ainda mais essa questão.

O Apóstolo Filipe:

Filipe, o Apóstolo, foi um dos doze discípulos de Jesus. No dia seguinte ao chamado de André e Simão, o Apóstolo Filipe foi chamado pelo Mestre. Filipe também foi usado como “instrumento” na chamada de Natanael para seguir ao Senhor (Jo 1:43-46).

Receber Estudos da Bíblia

O Apóstolo Filipe era de Batsaida da Galiléia (Jo 1:44; 12:21), a mesma cidade natal de André e Simão. Acredita-se que se tratava de uma vila de pescadores localizada na praia ocidental do lago. Ele é mencionado nos três primeiros Evangelhos e no livro de Atos dos Apóstolos sempre ocupa a quinta posição nas listas onde registram a relação dos Apóstolos (Mt 10:3; Mc 3:18; Lc 6:14; At 1:13).

Embora os relatos sobre Filipe sejam escassos no Novo Testamento, ele aparece de forma mais destacada no Evangelho de João. Em João 6:5, Jesus perguntou a Filipe onde conseguiriam pão para alimentar a multidão que havia se formado. A resposta direta dada por Filipe parece mostrar seu jeito prático e realista. Mais tarde, vemos Filipe sendo abordado por alguns gregos que desejavam ver Jesus. Alguns comentaristas sugerem que tais gregos se aproximaram de Filipe devido ao seu nome grego (Philippos). Ainda no Evangelho de João, Filipe pediu a Jesus que mostrasse o Pai (Jo 14:8).

Depois dessas poucas referências, pouco se sabe sobre Filipe. O que acaba dificultando ainda mais os registros sobre ele, é a frequente confusão sobre sua pessoa já citada anteriormente. É provável que, assim como Filipe, o Evangelista, ele tenha tido filhas, no caso duas, o que acaba causando ainda mais confusão.

Algumas tradições cristãs sugerem que o Apóstolo Filipe evangelizou na Palestina e na Grécia, mas desenvolveu grande parte de seu ministério pregando o Evangelho na Ásia Menor, em Hierápolis, cidade que atraía muitos visitantes devido suas fontes termais, na região da Frígia, atual Turquia. Nessa cidade, Filipe teria sofrido um terrível martírio (talvez crucificado e apedrejado) e sido sepultado. Essa possibilidade é apontada por alguns estudiosos como uma possível explicação para o fato do Apóstolo Paulo não ter escrito nenhuma carta à numerosa igreja de Hierápolis, que era vizinha a outras duas igrejas (Colossos e Laodicéia) que receberam suas epístolas (Cl 4:16). Portanto, talvez a presença de um Apóstolo, no caso Filipe, como líder da igreja de Hierápolis tornou desnecessário que qualquer carta fosse enviada por Paulo a essa igreja. Há também tradições que defendem que Filipe teria evangelizado a Gália, região atual da França, porém não se sabe se de fato isso ocorreu ou se trata de um erro de escrita entre Galácia e Gália, ou até mesmo se o Filipe citado seja realmente o Apóstolo ou o Evangelista.

Filipe, o Evangelista:

Filipe, o Evangelista, foi um dos sete homens escolhidos como diáconos da igreja de Jerusalém (At 6:1-6). Devido à perseguição contra a Igreja liderada por Saulo de Tarso após o martírio de Estêvão, Filipe estava entre os cristãos que se dispersaram, fugindo de Jerusalém para regiões da Judéia e Samaria. Em Samaria, Filipe se destacou na evangelização. Durante sua pregação do Evangelho, muitos milagres ocorreram e demônios foram expulsos (At 8:7). Então, houve grande alegria naquela cidade, e muitas pessoas foram batizadas (At 8:12). As notícias do trabalho evangelístico realizado por Filipe chegaram até os Apóstolos em Jerusalém, que acabaram enviando para lá Pedro e João (At 8:14).

Mais tarde, Filipe, seguindo a ordem de um anjo do Senhor, partiu em direção ao sul, para a estrada que desce de Jerusalém a Gaza. Ali, ele encontrou um eunuco etíope, a quem orientou acerca da fé em Jesus, anunciando o Evangelho de Cristo explicando uma passagem do livro do Profeta Isaías. Após batizar o eunuco, o Espírito do Senhor arrebatou repentinamente Filipe, de modo que o eunuco não o viu mais. Filipe então foi arrebatado pelo Espírito até Azoto, onde anunciou o Evangelho em todas as cidades, até chegar a Cesaréia (At 8:26-40).

Acredita-se que Filipe, por ser um judeu helenístico, ou seja, que falava o grego, tenha desempenhado um papel importante na ligação entre a igreja de Jerusalém e as regiões vizinhas. Muito provavelmente Filipe fixou residência em Cesaréia, onde mais tarde, hospedou, inclusive, o Apóstolo Paulo e Lucas (At 8:40; 21:8).

Filipe era conhecido como “o Evangelista”, possivelmente para distingui-lo do Filipe Apóstolo. Como já vimos anteriormente, mesmo com Lucas tomando todas as precauções para que o Apóstolo e o Evangelista não fossem confundidos, a confusão acabou ocorrendo.

Filipe era pai de quatro filhas virgens que profetizavam (At 21:9). Nos poucos relatos sobre ele, nitidamente podemos perceber o quanto Filipe trabalhou em prol da pregação do Evangelho, desempenhando um papel muito ativo na Igreja Primitiva. Filipe, tal como os outros diáconos, é descrito na Bíblia como sendo um homem de boa reputação, sábio e repleto do Espírito Santo (At 6:3). Algumas tradições cristãs sugerem que Filipe tenha residido também em Trales (região sudoeste da Turquia) e se tronado Bispo da igreja daquela região.

Sobre Daniel Conegero

Daniel Conegero
Daniel Conegero é o líder do Projeto Estilo Adoração. Começou a pregar a Palavra de Deus com apenas 3 anos de idade. Aos nove anos começou a compor e liderar o louvor na igreja. É professor de Teologia e também da Escola Bíblica Dominical na igreja em que congrega. É formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Além disso, verifique

História do Rei Davi

História do Rei Davi: Quem Foi Davi na Bíblia?

A história de Davi é uma das mais conhecidas da Bíblia Sagrada. O rei Davi ...

3 Comentários

  1. Ledson Alves Diassis

    Bom dia,

    Muito bom o texto dos Felipe, achei esclarecedor, para quem já conhecia e também pra quem não sabia.

    Deus abençoe muito.

  2. bruno clemente domingos

    E bastante ilucotatvo estas observações mas falta ainda dado a sua relevância explicar o nascimento e origem de filipe o evangelista para ficar mais nítida a diferença dos dois filipe.

    • Daniel Conegero

      Paz do Senhor Jesus Bruno,
      Não é possível falar sobre origem e nascimento de Filipe, o evangelista, porque a Bíblia não fornece nenhuma informação sobre ele nesse sentido.
      Deus abençoe sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *