Quem Foi Silas na Bíblia?

Silas foi um membro da Igreja de Jerusalém que exerceu um papel de liderança na Igreja Primitiva, e é bem conhecido entre os cristãos devido a sua parceria com Paulo. A história de Silas na Bíblia começa a ser registrada a partir do capítulo 15 do livro de Atos dos Apóstolos. Neste estudo bíblico conheceremos um pouco mais sobre quem foi Silas na Bíblia.

A história de Silas na Bíblia

É bem provável que Silas tenha sido um judeu helenista, e que seu nome seja a forma grega do aramaico She’ila, que por sua vez é o equivalente ao hebraico Shaul. Em algumas Epístolas Paulinas, Silas é mencionado pela forma latina de seu nome, Silvano (2Co 1:19; 1Ts 1:1; 2Ts 1:1). O apóstolo Pedro também o mencionou assim em 1 Pedro 5:12.

Silas foi um profeta da Igreja de Jerusalém, que com sua pregação da Palavra exortava, encorajava e fortalecia os fiéis. Ele aparece na narrativa bíblica no episódio em que foi escolhido para acompanhar Paulo e Barnabé na tarefa de transmitir aos cristãos gentios convertidos por meio da igreja de Antioquia, a decisão do Concílio de Jerusalém que tratou dos assuntos relacionados à aceitação e comunhão dos gentios como membros da Igreja.

Assim como Paulo, Silas tinha cidadania romana (At 16:37-41). Alguns comentaristas sugerem que isto possa ter contribuído de alguma forma para que Paulo o escolhesse como companheiro em sua viagem missionária.

Silas acompanha Paulo em sua viagem missionária

Após o Paulo ter se separado de Barnabé após sua primeira viagem missionária, o apóstolo escolheu Silas para acompanhá-lo em sua segunda viagem missionária, e auxiliá-lo na pregação do Evangelho (At 15:40). Saiba mais sobre a história do apóstolo Paulo.

Além da questão da cidadania romana já mencionada acima, alguns estudiosos também acreditam que o fato de Silas ter sido um membro da Igreja de Jerusalém pode ter representado algo bastante útil ao apóstolo.

Alguns também sugerem que o papel inicialmente exercido por Silas ao lado de Paulo era semelhante ao que havia sido desempenhado por João Marcos, ou seja, sua posição parece ter sido subordinada ao apóstolo, diferente da parceria com Barnabé.

Se essa sugestão estiver correta, então Silas pode ter servido como ministro auxiliar de Paulo, incumbido, principalmente, de questões literárias, responsável pelas Escrituras e documentos de instrução catequética. Apesar de parecer ter sido subordinado ao apóstolo Paulo, isso não significa que ele não tenha exercido uma posição significativa de liderança na tarefa missionária.

Silas é preso juntamente com Paulo

O episódio mais conhecido entre os cristãos envolvendo Silas é a dramática prisão em Filipos, onde ele e Paulo foram açoitados e presos. Na ocasião também estavam presentes Lucas e Timóteo, porém estes não foram presos, pois Lucas era um gentio de Antioquia da Síria e Timóteo um meio-gentio de Listra. Assim, apenas Paulo e Silas, como judeus, foram acusados. Esse fato também parece apontar para uma certa liderança de Silas na equipe missionária, conforme foi citado no parágrafo anterior.

O relato bíblico acerca dessa prisão conta que Paulo e Silas foram agarrados e arrastados até a presença das autoridades. A multidão estava unida contra eles, e após as acusações, rasgaram-lhes as vestes e os açoitaram (At 16:22), apesar de que por serem cidadãos romanos esse tipo de tratamento era proibido.

Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam, e de repente ocorreu um terremoto que sacudiu os alicerces do cárcere de tal forma que soltaram-se as cadeias de todos os prisioneiros (At 16:26). Esse evento resultou na conversão do carcereiro e sua família (At 16:31-34).

Receber Estudos da Bíblia

O restante do ministério de Silas

Silas acompanhou o apóstolo pela Síria, Ásia Menor, Macedônia e até em Tessalônica. É exatamente o capítulo 17 de Atos dos Apóstolos que narra a visita deles entre os tessalonicenses.

Ainda no capítulo 17 (vers. 10-15), sabemos que eles foram para Bereia, uma cidade cerca de 80 km a sudoeste de Tessalônica, aos pés do Monte Olímpio. Dali Paulo partiu para Atenas, porém Silas e Timóteo permaneceram em Bereia.

Existe muita discussão entre os estudiosos com relação à cronologia dos eventos que aconteceram após Silas e Timóteo terem ficado em Bereia. Alguns acreditam que Timóteo e Silas reencontraram Paulo ainda em Atenas e dali partiram para desempenhar algumas funções até que finalmente reencontraram novamente apóstolo em Corinto, enquanto outros defendem que esse reencontro aconteceu apenas em Corinto (At 18:5).

Seja como for, o nome de Silas aparece nas epístolas que o apóstolo escreveu de Corinto (1Ts 1:1; 2Ts 1:1), além do apóstolo também tê-lo mencionado quando escreveu aos próprios coríntios (2Co 1:19).

Após essas referências, Silas é mencionado novamente apenas na Primeira Epístola de Pedro. Nessa referência o apóstolo Pedro informa que escreveu tal epístola “por meio de Silvano”, ou literalmente “por Silvano” (1Pe 5:12).

Essa informação parece sugerir alguma função literária, porém ela não é muito clara para determinar especificamente o papel exercido por Silas nessa carta. Ele pode ter sido apenas o portador da epístola, ou ter sido um secretário do apóstolo, escrevendo o que lhe era ditado, ou talvez pode até mesmo ter ajudado o apóstolo a rascunhar alguns trechos da carta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close