Quem Foi Tíquico na Bíblia?

Tíquico foi um cristão que parece ter sido muito ativo na Igreja Primitiva durante o primeiro século. Ele é mencionado várias vezes nas epístolas paulinas (Efésios 6:21; Colossenses 4:7; 2 Timóteo 4:12; Tito 3:12).

Pouco se sabe sobre quem foi Tíquico. Ele é citado pela primeira vez na Bíblia no livro de Atos dos Apóstolos (Atos 20:4). Essa citação é particularmente importante em relação a Tíquico, pois indica que ele era um cristão gentio da Ásia. Alguns comentaristas conjecturam que Tíquico talvez fosse natural da cidade de Éfeso, mas embora seja algo possível, isso não fica claro em nenhuma parte da Bíblia.

Outra coisa interessante a respeito de Tíquico é que algumas tradições cristãs incluem seu nome nas supostas listas dos setenta discípulos mencionados em Lucas 10. Mas a Bíblia não nomeia nenhum desses discípulos, e essas listas são muito fantasiosas. Ainda no século 3 d.C., por exemplo, Eusébio de Cesareia — um dos Pais da Igreja Antiga — afirmou que não havia disponível nenhuma listagem confiável desses nomes.

A verdade é que é muito mais provável que Tíquico tenha sido um crente convertido durante a expansão missionária com a pregação do Evangelho nas províncias do Império Romano, do que um seguidor de Jesus Cristo durante o seu ministério terreno na Judeia, Galileia e Pereia.

As tradições cristãs a respeito da pessoa de Tíquico também o colocam como bispo de algumas cidades. É possível que Tíquico realmente tenha liderado uma ou mais igrejas entre o final do primeiro século e o início do segundo século depois de Cristo, mas também faltam informações sobre isso.

Tíquico e o apóstolo Paulo

Quando Tíquico é mencionado pela primeira vez na Bíblia, isso ocorre em conexão com a terceira viagem missionária de Paulo. De acordo com o evangelista Lucas, escritor do livro de Atos dos Apóstolos, Tíquico esteve entre aqueles que acompanharam o apóstolo Paulo até a Ásia (Atos 20:4).

Com base em algumas informações da primeira carta de Paulo aos crentes de Corinto, e à luz do texto do capítulo 20 do livro de Atos, muitos comentaristas concluem que provavelmente Tíquico acompanhou o apóstolo Paulo em sua tarefa de levar a contribuição dos crentes em favor dos necessitados da comunidade cristã de Jerusalém (1 Coríntios 16:1-4).

Sem dúvida pela forma como Paulo menciona Tíquico, fica claro que ele era uma pessoa muito comprometida com a obra do Senhor. Aparentemente ele serviu como um representante confiável do apóstolo Paulo em algumas igrejas locais.

O texto bíblico registra que Paulo enviou Tíquico como portador de suas cartas para os crentes da região de Colossos e Éfeso. Além disso, juntamente com Onésimo, Tíquico foi responsável por informar aos cristãos daquelas comunidades locais a situação do apóstolo que estava aprisionado em Roma (Efésios 6:21; Colossenses 4:7-9).

Nesse ponto, inclusive, Paulo recomendou Tíquico com grande estima. Ele afirmou que Tíquico era um “irmão amado e fiel ministro, e conservo no Senhor” (Colossenses 4:7). A mesma recomendação também se repete na Carta aos Efésios (Efésios 6:21).

Depois, ao escrever a Tito, Paulo avisou que pretendia enviar Tíquico ou Artemas para substituir Tito temporariamente como líder da igreja de Creta; para que assim Tito pudesse se encontrar com Paulo em Nicópolis (Tito 3:12).

Não é possível afirmar com exatidão qual dos dois obreiros foi enviado por Paulo. No entanto, durante sua segunda prisão na cidade de Roma na década de 60 d.C., Paulo mais uma vez enviou Tíquico a Éfeso (2 Timóteo 4:12).

Receber Estudos da Bíblia

O exemplo de Tíquico na Bíblia

Embora não saibamos muito sobre história de Tíquico, é certo que ele foi uma pessoa exemplar. Em primeiro lugar, Tíquico era o tipo de pessoa com quem se podia contar; aquele tipo de pessoa que todos queriam ter por perto, afinal, ele era um “irmão amado” (Colossenses 4:7).

Em segundo lugar, Tíquico ainda é mencionado na Bíblia como alguém completamente devoto ao Senhor. Seu empenho e comprometimento com a causa do Evangelho eram inegociáveis. Somente assim Paulo poderia falar dele como um “fiel ministro do Senhor” (Efésios 6:21).

Por fim, Tíquico também foi um exemplo quando o assunto era serviço. Isso porque ele é descrito por Paulo como um “conservo no Senhor” (Colossenses 4:7). Isso quer dizer que Tíquico era um valioso cooperador cujo compromisso de servir a Cristo também se estendia a servir a outros. Por isso não é estranho saber que Paulo o encarregou de consolar seus irmãos na fé (Efésios 6:22).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar