O Que Significa “Refrigera Minha Alma”?

A declaração “refrigera minha alma” significa “restaura minha alma”. Essa declaração fala sobre como o Senhor preserva e renova aqueles que são seus. Essa expressão aparece no Salmo 23 onde o salmista escreve: “Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome” (Salmo 23:3).

Nesse salmo o rei Davi usa a metáfora do pastor apascentando o seu rebanho para falar do cuidado do Senhor para com seu povo. O Senhor sustenta, revigora, orienta e defende aqueles que lhe pertencem. Então o significado da expressão “refrigera a minha alma” deve ser tomado à luz desse contexto.

Refrigera a minha alma

A expressão “refrigera minha alma” traz um verbo hebraico – traduzido na maioria das traduções em português por “refrigera” – que possui um significado muito amplo. A expressão em si pode ser traduzida literalmente por “converte minha alma”; mas ela pode ser interpretada de diferentes formas dada a variação de aplicação do verbo hebraico que inclui: “retornar”, “afastar”, “arrepender”, “renovar”, “trazer de volta”, “restaurar”, “devolver”, “retribuir” etc.

Já a palavra “alma” traduz um termo hebraico que muitas vezes significa o próprio “ser humano” – incluindo toda sua pessoa com suas emoções, paixões e vontades.

À luz de outras passagens bíblicas que empregam o mesmo verbo traduzido por “refrigera”, pode ser que ao dizer: “refrigera minha alma” o salmista tivesse em mente a imagem da ovelha desgarrada que é resgatada e trazida de volta ao rebanho pelo pastor cuidado (cf. Isaías 49:5).

Mas também, conforme observa Derek Kidner, esse mesmo verbo tomado no sentido de “arrepender-se” ou “converter-se”, pode indicar que o salmista tivesse em mente uma renovação espiritual muito mais profunda que um mero refrigério. Então no contexto do Salmo 23, a expressão “refrigera minha alma” pode muito bem trazer uma interação entre os dois sentidos; de modo que o reconduzir – trazer de volta – ou a revivificação da ovelha retrata a restauração mais profunda do homem de Deus, por mais espiritualmente perverso ou enfermo que ele seja (Introdução e Comentário aos Livros 1 e 2 dos Salmos, 1980).

Então seguramente podemos dizer que a expressão “refrigera minha alma” fala da restauração e preservação completas que graciosamente as ovelhas de Deus experimentam. Como diz John Wesley, o Senhor traz sua ovelha de volta, restaurando-a de seus erros. O reformador João Calvino também explica que o bom pastor nutri suas ovelhas, e as restabelece quando estão enfraquecidas ou doentes. Então quando Davi diz: “Ele refrigera minha alma”, ele está declarando que era exatamente dessa forma – como um bom pastor – que Deus cuidava dele.

Receber Estudos da Bíblia

Jesus Cristo é o Bom Pastor que refrigera nossa alma

O Novo Testamento apresenta o nosso Senhor Jesus Cristo como o Bom Pastor que cuida com excelência das ovelhas que o pai lhe entregou (João 10). Inclusive, na Parábola da Ovelha Perdida o próprio Senhor Jesus fala do bom pastor que, se preciso for, sai em busca de uma única ovelha perdida (Lucas 15).

O Senhor Jesus é o Bom Pastor que nos restaura, que nos traz de volta, que não nos deixa perdidos, que cura nossas feridas, que nos consola, que nos cobre com seu amor, que nos mantém protegidos em suas mãos, que nos conduz à casa do Pai. Ele nos alegra de nossas tristezas, nos conforta de nossas ansiedades e nos santifica de nossos pecados.

Nós não estamos imunes de tropeçar; não estamos isentos de deixar com que nossa natureza caída nos instigue a andar por caminhos estranhos longes dos pastos verdejantes e das águas tranquilas. Mas a boa notícia é que o Senhor sustenta e levanta a todos os abatidos (Salmos 145:14). Ainda que porventura venhamos a cair pela dureza de nosso coração, não ficaremos prostrados, porque o Senhor nos sustém com a sua mão (Salmos 37:23,24). Ele nos restaura e nos guia pelas veredas da justiça!

Alguém pode perguntar: Por que o Senhor faz tudo isso? Por que o Senhor cuida de nós dessa forma, apesar de nossas falhas e fraquezas? Davi responde dizendo que ele faz tudo isso por amor de seu próprio nome (Salmos 23:3). Os redimidos são as ovelhas que ouvem a voz do Bom Pastor e o seguem. São as ovelhas que são conhecidas por Ele. São as ovelhas que o Pai entregou ao Filho, e por isso elas nunca hão de perecer, pois o Filho jamais falhará em cumprir o propósito do Pai (João 10:27-29).

Então nós não fazemos parte de um rebanho genérico e anônimo, mas de um rebanho em que nosso Pastor se relaciona pessoalmente conosco. Por isso cada um de nós pode confiantemente declarar: “Ele refrigera minha alma”.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Botão Voltar ao topo
Fechar