Todas as Coisas Cooperam Para o Bem Daqueles que Amam a Deus

Em Romanos 8:28 lemos que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Esse versículo escrito pelo apóstolo Paulo muitas vezes é interpretado de forma errada.

É comum encontrar pessoas que não entendem por que sofrem, já que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Mas essa é uma verdade tão certa, que o apóstolo inicia a frase dizendo: “E sabemos”. Isso significa que esse princípio é conhecido e amplamente declarado nas Escrituras.

Na verdade esse versículo é um tipo de síntese de todo capítulo 8. Paulo abre o capítulo 8 dizendo que já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:1-8). Estes são habitadas pelo Espírito Santo, e possuem a certeza de que são filhos de Deus. Como filhos, eles também são seus herdeiros, e serão ressuscitados gloriosamente (Romanos 8:9-17).

Essas pessoas passam por sofrimentos por causa de Cristo, mas em breve partilharão de sua glória por estarem unidos a Ele (Romanos 8:18-22). Até que esse grande dia venha, o Espírito auxilia essas pessoas em toda sua fraqueza (Romanos 8:23-27). Tudo isso culmina na declaração do versículo 28, de que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.

Todas as coisas cooperam para o bem

Em primeiro lugar, é muito importante entender que todas as coisas não significa apenas algumas coisas. Quando o apóstolo escreve que “todas as coisas cooperam para o bem”, ele não está apenas falando de alegria, felicidade, realizações e prosperidades. Esse “todas as coisas” também inclui sofrimento, tristeza, perdas e adversidades.

Todas as coisas são realmente todas as coisas, não menos que isso. Na verdade essa sentença inclui cada detalhe do universo controlado por Deus. Isso significa que esse “todas as coisas cooperam para o bem” aponta a providência de Deus. Nada escapa do controle d’Ele, e soberanamente ele faz com que todas as coisas cooperem para o bem de certas pessoas. A identidade dessas pessoas é revelada na sequência do versículo.

Receber Estudos da Bíblia

Daqueles que amam a Deus

Quem são aqueles que podem ser confortados com a promessa de que todas as coisas contribuem para o seu bem? A resposta é clara: São aqueles que amam a Deus! Essa declaração restringe a aplicação desse maravilhoso conforto. Todos, absolutamente todos, estão debaixo do governo e do controle soberano de Deus. Porém, apenas aqueles que o amam podem descansar na verdade de que todas as coisas, mesmo aquelas que pareçam ser desfavoráveis aos olhos humanos, cooperam juntamente para o seu bem.

O significado disso é que mesmo que muitas vezes não entendamos o porquê de algumas coisas, sabemos que nosso Deus está no trono do universo. Ele conduz a História de acordo com seu plano infalível. Saiba o que é a doutrina da providência de Deus.

Daqueles que são chamados segundo o seu propósito

Quem são as pessoas que amam a Deus? Por que essas pessoas o amam enquanto muitas outras o odeiam? Será que há algo de especial nelas, algum mérito próprio que as distingue das demais? Qual a razão desse amor? Terá sido a sabedoria de suas próprias escolhas?

O mesmo versículo trata de responder esses questionamentos numa única frase: “daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Isso significa que aqueles que amam a Deus são também aqueles que foram chamados segundo o seu propósito. A base desse amor não está neles próprios, mas no próprio Deus. Não há mérito nenhum nessas pessoas, não há nada de especial em sua própria natureza. Essas pessoas amam a Deus porque elas foram chamadas por Ele. Elas o amam porque Ele as amou primeiro (1 João 4:19).

Essas pessoas estavam mortas em delitos e pecados, eram por natureza filhas da ira. Mas Deus as vivificou (Efésios 2:1-10). Essas pessoas tiveram seus corações e seus pensamentos transformados pelo Espírito Santo. Então elas foram convencidas de seus pecados, e compreenderam sua necessidade de Cristo.

Quando Paulo escreve que “todas as coisas cooperam para o bem naqueles que amam a Deus, daqueles que foram chamados segundo o seu propósito”, ele mantém a responsabilidade humana, mas direciona toda honra e glória a quem é realmente digno de recebê-las. Embora seja mesmo o homem quem ama a Deus, ele só pode fazê-lo por causa da obra que antes Deus fez nele. Portanto, a glória pertence unicamente a Deus (Filipenses 2:12,13; 2 Tessalonicenses 2:13).

Todas as coisas cooperam para o bem, no tempo e na eternidade

Por fim, o apóstolo ainda indica que todas essas coisas que cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, também incluem acontecimentos eternos. Por isso ele escreve que aqueles a quem Deus conheceu de antemão, “também os predestinou para serem conforme à imagem de seu Filho, de modo que Ele viesse a ser o primogênito de muitos irmãos” (Romanos 8:29).

Esse conhecimento antecipado implica em relacionamento, e não numa simples ideia de previsão. Isso porque aqueles a quem Deus conheceu de antemão, são exatamente aqueles que o amam. Eles, por sua vez, amam a Deus porque foram chamados segundo o propósito d’Ele. Deus conhece a tudo e a todos, pois Ele é onisciente. Portanto, quando a Bíblia diz que Deus conhece alguém, isso não significa uma mera cognição, mas um afeto divino (cf. Jeremias 1:5; João 10:14-28; 2 Timóteo 2:19).

A estes que Ele conheceu de antemão e predestinou, também chamou, justificou e glorificou (Romanos 8:30). É realmente muito interessante a forma com que o apóstolo fala da glorificação. A glorificação é o estágio final da obra da salvação. Será quando os redimidos desfrutarão da obra redentora de Cristo em toda sua plenitude. Será o momento em que os santos receberão seus corpos glorificados, participando da glória de Cristo (Romanos 8:17).

Mas perceba que apesar de a glorificação ser um acontecimento futuro, Paulo se refere a ela no tempo pretérito. Ele diz: “a estes também glorificou”. A certeza dessa glória futura é inabalável. Isso é mais uma prova de que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Estes foram chamados segundo o propósito do Senhor, um propósito que jamais poderá ser frustrado (Romanos 8:31-39).

Tag

3 comentários em “Todas as Coisas Cooperam Para o Bem Daqueles que Amam a Deus”

  1. Perfeito, eu era uma das pessoas que tinha uma interpretação pequena e pobre sobre esse versículo, meus olhos encheram de lagrimas ao ver a amplitude e riqueza dele, obrigada!!

  2. Muito lindo, quanto mais eu aprendo sobre a obra de Deus na minha vida, mais vontade me dá de conhecê-lo, obrigada por me ajudar, muito edificando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close