O Que é o “Vale da Decisão” ou “Vale de Josafá”?

O Vale da Decisão é uma expressão bíblica usada pelo profeta Joel para indicar o local onde Deus julgará as multidões. O profeta diz: “Multidões, multidões no Vale da Decisão! Porque o Dia do Senhor está perto, no Vale da Decisão” (Joel 3:14). A maioria dos estudiosos o Vale da Decisão é equivalente ao Vale de Josafá citado pelo mesmo profeta (Joel 3:12).

O profeta Joel fala do Vale de Josafá e depois do Vale da Decisão numa profecia que anuncia os juízos de Deus sobre as nações ímpias. O profeta fala da vinda do Dia do Senhor; ele explica que nesse dia Deus haverá de julgar os inimigos de Seu povo (Joel 3:1-17). Através do profeta, Deus também promete restaurar e habitar em Sião, fazendo dela uma fonte de bênçãos (Joel 3:18-21).

A profecia de Joel sem dúvida possui uma importância muito grande para os cristãos. Inclusive, o Novo Testamento faz uso direto de sua mensagem para indicar seu cumprimento na vida da Igreja (Joel 2:28-32; cf. Atos 2:16-21; Romanos 10:13); bem como para apontar para a doutrina acerca do fim do tempos (cf. Marcos 13:24; Lucas 21:25; Apocalipse 6:9; 9:2).

Especialmente na seção que fala sobre o Vale da Decisão, essa profecia encontrará seu cumprimento pleno e final na consumação dos séculos; no grande Dia do Senhor. As declarações: “Levantem-se as nações e sigam para o Vale de Josafá; porque ali me assentarei para julgar todas as nações em redor”; e “Multidões, multidões no Vale da Decisão!”, servem tanto de conforto como de alerta.

Os redimidos que foram justificados em Cristo são confortados pelas promessas que falam acerca da manifestação do juízo e da santidade de Deus contra o pecado. Já os ímpios que vivem suas vidas como se nunca terão de prestar contas a ninguém, são alertados que muito em breve ninguém poderá escapar de estar diante do Juiz do universo no Vale da Decisão. Portanto, essa profecia é também mais uma conclamação ao arrependimento genuíno.

Onde fica o Vale de Josafá ou Vale da Decisão?

A localização do Vale de Josafá ou Vale da Decisão já foi muito debatida. Na época dos pais da Igreja, por exemplo, houve uma tendência de identificar o Vale da Decisão como sendo o Vale de Cedrom. Esse vale fica a leste de Jerusalém, nas cercanias do Monte das Oliveiras.

Mas a verdade é que nenhum vale das regiões citadas na Bíblia alguma vez já foi chamado oficialmente de Vale da Decisão ou Vale de Josafá. Então a melhor alternativa parece ser considerar que os nomes “Vale de Josafá” e “Vale da Decisão” são simbólicos. Portanto, sua localidade é desconhecida. Aqui vale lembrar que o sentido da expressão “Vale de Josafá” se aproveita do significado do próprio nome Josafá para transmitir sua mensagem. Em hebraico Josafá significa “Javé tem julgado”.

Alguns comentaristas procuram fazer uma conexão entre o Vale da Decisão e o Vale de Beracá; o mesmo chamado de “Vale da Bênção”. Os israelitas, liderados pelo rei Josafá, se ajuntaram ali para louvar ao Senhor pela grande vitória na batalha que eles não precisaram lutar (2 Crônicas 20). Então é sugerido que a derrota dos inimigos de Israel imposta por Deus tipifica o julgamento divino no fim dos tempos contra os inimigos do povo de Deus no Vale da Decisão.

Outros comentaristas também tentam estabelecer uma ligação entre o Vale da Decisão e uma profecia do profeta Zacarias. O profeta fala sobre o dia do juízo do Senhor. Zacarias diz que os pés do Senhor estarão sobre o Monte das Oliveiras que será fendido ao meio, “e haverá um vale muito grande; metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade, para o sul” (Zacarias 14:4).

Quem interpreta essa profecia de forma completamente literal, no sentido topográfico, dirá que provavelmente o Vale da Decisão será o vale que surgirá nesse dia. Seja como for, o certo é que o Dia do Senhor virá, e as multidões serão julgadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close