O Que Significa Satanás? Quem é Satanás?

Satanás significa “adversário”. Esse é o nome grego atribuído ao príncipe do mal, que também é chamado de Satan no hebraico. Portanto, o significado do nome Satanás refere-se à oposição desse ser maligno a Deus e a seu povo.

Quem é Satanás e qual o seu significado na Bíblia?

Satanás é o maioral dos demônios, isto é, ele é o chefe dos anjos caídos. Sua ação é claramente percebida no Antigo Testamento, mas é o Novo Testamento que fornece maiores detalhes sobre sua pessoa e os seus propósitos.

Ele aparece no Antigo Testamento como o acusador do povo de Deus. Na história de Jó, lemos sobre como Satanás agiu como um intruso no tribunal celestial. Assim que teve oportunidade, ele rapidamente começou a fazer falsas acusações sobre o servo do Senhor (Jó 1-2).

Mais tarde ele aparece fazendo oposição ao povo de Deus e incitando o rei Davi a pecar (1 Crônicas 21:1). Em Zacarias 3:2, mais uma vez Satanás é apresentado como opositor, e assim é repreendido pelo Senhor.

A Bíblia não entra em detalhes sobre a origem de Satanás. Sabe-se apenas que ele caiu de sua posição original em que foi criado por Deus devido ao seu orgulho (1 Timóteo 3:6). Ele e outros anjos fizeram uso de seu livre-arbítrio e se rebelaram contra Deus, transgredindo sua lei moral (cf. Judas 6). Saiba mais sobre a origem do Diabo.

No jardim do Éden Satanás já aparece na figura do tentador instigando o pecado do homem. Isso indica que ele teve participação direta na Queda da humanidade (Gênesis 3). Por este motivo ele é chamado no Apocalipse de “a antiga serpente” (Apocalipse 12:9; 20:2).

Satanás é mencionado diversas vezes em todo o Novo Testamento. Logo no início do ministério terreno de Jesus, Satanás aparece como aquele que tentou o Filho de Deus no deserto (Mateus 4:1-11). Saiba mais sobre a vida de Jesus.

No Novo Testamento ele é designado por diversos títulos diferentes. Por exemplo: ele é chamado de diabo, que significa “acusador” (cf. Apocalipse 12:9-12); Apoliom, que significa “destruidor” (Apocalipse 9:11); maligno (1 João 5:18,19); tentador (1 Tessalonicenses 3:5); dragão (Apocalipse 12:9); etc.

O que Satanás faz?

Os títulos e nomes atribuídos a Satanás na Bíblia indicam muito claramente sua ação e seus objetivos. Ele incita o pecado, age como tentador e faz falsas acusações. Jesus explica que ele é assassino deste o princípio. Além disso, ele está por detrás de todo engano, falsidade e mentira. Ele foi o primeiro mentiroso, e por isto é chamado de “o pai da mentira” (João 8:44).

Satanás também é aquele que influencia todo poder corrupto e maligno da sociedade decaída (cf. Daniel 10:13,20). Ele age diretamente no estilo de vida pecaminoso da humanidade. Por isso ele é descrito como sendo “o deus deste século”, “o príncipe deste mundo” e “o príncipe da potestade do ar” (João 12:31; 2 Coríntios 4:4; Efésios 2:2). Tudo isso indica que seu grande objetivo é fazer oposição a Deus. Ele age contra a Palavra do Senhor e contra o seu povo escolhido.

O apóstolo Paulo ressalta que Satanás se transforma até mesmo num anjo de luz para atingir seus propósitos de enganação. Isso significa que ele faz de tudo para apresentar o mal como bem (2 Coríntios 11:14).

Receber Estudos da Bíblia

Satanás é poderoso?

Sim, Satanás é um ser poderoso. Por isso a Bíblia diz que as ações malignas de Satanás não devem ser menosprezadas pelos cristãos. Na verdade os seguidores de Cristo devem saber que constantemente lutam contra ele (2 Coríntios 2:11; Efésios 6:16).

Essa oposição satânica definitivamente não é brincadeira. Por isso o apóstolo Pedro escreve que Satanás é como um leão que ruge (1 Pedro 5:8). Ao confrontar os cristãos, ele sempre tentará identificar suas fraquezas, atacar sua fé e distorcer a verdade da Palavra de Deus (cf. 2 Coríntios 2:11; Efésios 6:16).

Mas os cristãos não devem dar a ele uma posição que ele não possui, nem colocá-lo num lugar em que ele não está. É verdade que Satanás é mais poderoso do que os seres humanos, mas ele não é divino. Infelizmente algumas pessoas pensam que Satanás é um rival à altura de Deus, como se ele fosse um outro deus. Isso resulta numa visão dualista em que o mal se equipara ao bem num combate acirrado.

Mas esse tipo de entendimento é completamente equivocado. Satanás é uma criatura de Deus e seu poder é limitado. Por ser mais antigo que os homens, ele observou toda a História humana. Isso indica que ele é um ser que possui muito conhecimento. Mas ele não é onisciente, ou seja, ele não possui o conhecimento de todas as coisas.

Como um anjo caído que é, Satanás realmente possui grande poder. Porém, ele também não é onipotente. Ele só pode fazer aquilo que Deus permitir que ele faça (cf. Apocalipse 13). É por isso que Lutero falava de Satanás como um cachorro na coleira de Deus. Além disso, Satanás também não é onipresente. Ele não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Ele só pode ir até onde Deus permitir que ele vá.

Satanás é um inimigo derrotado

Em sua obra redentora, Cristo venceu a Satanás definitivamente. A Bíblia fala dele como um “valente amarrado” (Mateus 12:25-29). Isso significa que ele se tornou impotente diante da proclamação do Evangelho de Cristo (cf. Hebreus 2:14).

Ele ainda atua em oposição ao povo de Deus, mas os redimidos são capacitados pelo Senhor a resisti-lo e vencê-lo em suas batalhas diárias (Efésios 6:10-18). Tiago aconselha os cristãos a se sujeitar a Deus e resistir ao diabo, e o resultado será que ele fugirá (Tiago 4:7).

Finalmente a Bíblia também dá a certeza de que o destino certo de Satanás é a condenação eterna no lago de fogo e enxofre (Apocalipse 20:10). Ali ele jamais poderá fazer qualquer oposição a Deus e ao seu povo que habitará para sempre o novo céu e nova terra.

1 comentário em “O Que Significa Satanás? Quem é Satanás?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close