Quem Escreveu o Livro de Oseias?

É amplamente aceito que quem escreveu o livro de Oseias na Bíblia foi o próprio profeta Oseias. Inclusive, o livro de Oseias é a única fonte de informação sobre a vida do seu autor, o profeta israelita que viveu no século 8 a.C.

Alguns críticos já tentaram rejeitar a posição de que quem escreveu o livro de Oseias foi mesmo Oseias. Já foi sugerido, por exemplo, que o livro, como o conhecemos, foi fruto do trabalho de escribas do Reino de Sul que, supostamente, editaram um material pré-existente com o objetivo de enaltecerem o seu próprio povo em detrimento das tribos do norte.

No entanto, qualquer questionamento contrário à autoria de Oseias que já foi levantado até hoje, não mostrou nenhuma fundamentação ou qualquer evidencia que seja digna de ser considerada. Portanto, a melhor opção a respeito da autoria do livro de Oseias continua sendo a posição tradicional entre judeus e cristãos que afirma que o conteúdo do livro foi obra do profeta Oseias.

Além disso, o próprio testemunho do livro de Oseias é claro ao afirmar que a sua mensagem contém a “Palavra do Senhor, que foi dirigida a Oseias, filho de Beeri, nos dias de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá; e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel” (Oseias 1:1). Esse versículo, não apenas coloca em evidência o ministério profético de Oseias, como também assegura a inspiração divina de sua mensagem.

Receber Estudos da Bíblia

Quando o livro de Oseias foi escrito?

Embora o livro de Oseias não traga muitas informações biográficas sobre o seu autor, parece evidente que o profeta Oseias era natural do Reino do Norte (Israel). Nada se sabe sobre sua ocupação, mas em seu livro ele demonstra grande familiaridade com a história, a geografia e as particularidades do Reino de Israel. Inclusive, em certa parte Oseias se refere ao rei de Israel como sendo o “nosso rei”, indicando que, de fato, ele se considerava parte desse reino (Oseias 7:5).

Porém, no livro de Oseias há a menção dos reis Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, todos de Judá. Curiosamente, esses reis são citados antes do rei Jeroboão II, de Israel; e os reis que sucederam Jeroboão II no Reino do Norte, nem mesmo são citados.

Não há uma resposta conclusiva sobre tudo isso. Alguns sugerem que Oseias pode ter citado primeiro os reis do sul, pelo fato de eles pertencerem à linhagem de Davi. Outros argumentam que a ausência dos demais reis do norte talvez esteja relacionada ao nível de impiedade que eles demonstraram.

O conteúdo do livro de Oseias foi desenvolvido durante um período obscuro da história israelita. O profeta Oseias proclamou a mensagem de Deus na segunda metade do século 8 a.C. Esse foi o tempo da última geração da história do Reino do Norte, uma geração marcada pela apostasia religiosa e pela corrupção social que culminaram da destruição de Israel pelos assírios em 722 a.C.

Nesse contexto turbulento, Oseias anunciou o juízo da parte de Deus, e conclamou o povo ao arrependimento e à renovação espiritual com promessas de bênçãos futuras. De qualquer forma, num sentido mais amplo a mensagem de Oseias não se restringiu apenas ao Reino do Norte, mas ao povo da aliança como um todo.

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar