Quem Foram os Juízes Ibsã, Elom e Abdom na Bíblia?

Ibsã, Elom e Abdom, foram três juízes de Israel. Eles viveram no período anterior à instituição da monarquia israelita, quando Saul foi escolhido como rei. Portanto, no tempo desses três juízes as tribos de Israel ainda não estavam juntas como um reino unificado.

Considerando a lista dos juízes de Israel, os juízes Ibsã, Elom e Abdom estão entre os mais misteriosos. Isso ocorre porque a Bíblia fornece pouquíssimas informações sobre a vida pessoal de cada um deles. O texto bíblico nem mesmo relata os eventos que ocorreram durante o tempo em que esses três juízes lideraram as tribos israelitas.

Por conta disso, muitos comentaristas se referem a eles como “juízes menores”, ao lado de Sangar, Tola e Jair, pois há poucos registros sobre eles. Outros estudiosos também falam deles como “juízes pacíficos”, devido ao fato de a Bíblia não registrar nenhuma batalha em que estiveram envolvidos.

Embora uma característica importante dos juízes de Israel fosse a atuação desses homens como libertadores do povo de Israel das mãos de nações opressoras, alguns juízes podem ter sido levantados por Deus simplesmente para o serviço de liderar o povo com grande sabedoria resolvendo questões internas.

As lideranças de Ibsã, Elom e Abdom provavelmente ocorreu em algum momento entre 1105 e 1074 a.C. Aquele foi um período turbulento, pois pouco antes das lideranças de Ibsã, Elom e Abdom, houve uma guerra civil envolvendo os efraimitas. Além disso, a decadência moral e religiosa em Israel era crescente, e Deus permitiu que o povo israelita fosse oprimido pelos filisteus durante quarenta anos (Juízes 13:1).

Juiz Ibsã

Ibsã julgou Israel por sete anos, e liderou os israelitas depois do tempo de Jefté. O nome Ibsã provavelmente significa “rápido”. O texto bíblico traz apenas três informações sobre ele.

Em primeiro lugar, o texto diz que Ibsã era de Belém. Mas muito provavelmente a Belém a qual pertencia Ibsã, não era a Belém de Judá. Atualmente, a maioria dos estudiosos acredita que Ibsã era natural da cidade de Belém que ficava no Norte, no território de Zebulom, a pouco mais de 11 quilômetros a noroeste de Nazaré.

Em segundo lugar, o texto bíblico informa que Ibsã teve trinta filhos e trinta filhas. Aos trinta filhos, Ibsã providenciou trinta mulheres de fora do seu clã; e o mesmo também ocorreu com suas trinta filhas, que se casaram com trinta homens de fora da sua tribo. O registro sobre o tamanho de sua família, bem como sobre os casamentos realizados fora do seu clã, são indicativos do grande prestígio de Ibsã.

Em terceiro lugar, a narrativa bíblica conclui o registro a respeito de Ibsã informando que ele foi sepultado em sua terra natal, ou seja, em Belém. Um dos maiores indicativos de que realmente essa referência diz respeito a Belém do Norte, é o fato de a Belém do Sul geralmente é citada no Antigo Testamento como “Belém de Judá” ou “Belém Efrata”.

Curiosamente, uma antiga tradição judaica identifica Ibsã como sendo Boaz, o filho de Raabe que se casou com Rute. Dessa forma, Ibsã é contado como parte da linhagem da qual veio o rei Davi. No entanto, não há nenhuma evidência de que essa associação esteja correta, e provavelmente isso seja apenas resultado de uma confusão envolvendo o lugar de origem de Ibsã.

Receber Estudos da Bíblia

Juiz Elom

O juiz Elom julgou Israel durante dez anos. O nome Elom provavelmente significa “carvalho”. Ele pertencia à tribo de Zebulom e, possivelmente, era natural de Aijalom, o local onde também foi sepultado. Essa aldeia ficava no território de Zebulom, mas sua localização é desconhecida.

Diferentemente do relato a respeito de Ibsã e Abdom, o registro bíblico não fez nenhuma referência à descendência de Elom. Portanto, nada se sabe a respeito do número de seus filhos ou da influência que eles exerciam na sociedade israelita.

Juiz Abdom

Abdom foi juiz de Israel durante oito anos. Seu nome provavelmente significa “servo” ou “serviço”. De acordo com o texto bíblico, Abdom era filho de Hilel de Piratom. Essa cidade ficava nas montanhas da terra de Efraim, a cerca de 11 quilômetros a sudoeste de Siquém.

A Bíblia ainda diz que o juiz Abdom foi pai de quarenta filhos, e avô de trinta netos. Seus filhos e seus netos montavam setenta jumentos. Essa informação é mais um indicativo da elevada posição social de sua família. Quando morreu, Abdom foi sepultado em Piratom, na terra de Efraim, na serra dos amalequitas (Juízes 12:13-15).

Que tal fazer Bacharel em Teologia sem mensalidades? Clique aqui! Pergunta Estudo Bíblico
Fechar